quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Pensar! Repensar! Agradecer! Atitude! Talvez mudar!

Bueno! Este é um momento de agradecer. De refletir, de pensar e de talvez repensar, o que fizemos (certo ou errado) e quem sabe dar uma guinada positiva em 2011, que está batendo na nossa porteira.

E o momento é especialmente para quem ainda não aderiu à educação financeira, entrar no dia 1º de janeiro do ano novo com um orçamento doméstico no papel (ou computador). E começar a se pagar em primeiro lugar. E depois, se estiver encalacrado nas dívidas, renegociá-las e quem sabe, cancelar o cartão de crédito e te programar pra efetuar as tuas compras (os teus sonhos) somente com o dinheiro na boca da guaiaca (à vista). E vamos afastar duma vez os impulsos traiçoeiros pra comprar. Aliás, sabes qual a diferença entre gastar e investir, na hora de ir às compras?

Gastar é quando tu entra num bolicho e vais adquirir qualquer coisa pelo simples prazer de enfiar a mão no bolso da bombacha e comprar, onde este produto tem  grandes chances de ficar jogando num canto qualquer em teu rancho (dinheiro gasto de forma inútil).

Investir é quando o vivente planeja comprar um produto, um sonho, que tem enormes chances de ser utilizado no teu rancho todos os dias (é dinheiro investido que traz qualidade de vida no seu dia-dia), mas tudo dentro do teu orçamento doméstico e planejamento financeiro.

Fizemos um ano de sítio e tentamos repassar pra gauchada o nosso pensamento. Tentamos repassar, além do nosso pensar, as nossas atitudes. Repassamos, pois, achamos que estamos no caminho certo.

Venha constantemente tomar um mate a preceito aqui no sítio, que sempre estará de cancela aberta pra te receber. E que venha o ano de 2011, a galope que seja, trazendo saúde, paz, alegria e muitas felicidades a todos. E muito dinheiro no bolso da tua bombacha (desde que tu faças a tua parte).

Além disso, um abraço louco de bueno e louco de especial para:
1 – Sítios parceiros que está ao do lado direito, neste sítio, os que abordam a educação financeira;
2 – Sítios que também estão aí, no lado direito, neste sítio, e que abordam o maior movimento cultural do mundo, segundo a própria ONU: o tradicionalismo gaúcho;
3 – Sítios que também estão aí no lado direito, que estão na última penca, neste sítio, que são os de Alvorada – a capital da solidariedade;
4 - Este também é um momento pra agradecer aos que fazem parte da minha vida, as três prendas que compõe o meu rancho - a minha família: a esposa Marilene e as filhas Bibiane (Bibi) e Ana Paula (Paulinha).

A todos um baita abraço, do tamanho do Rio Grande!

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Tradicionalismo Gaúcho! Coluna Tradição e Cultura do dia 24/12/2010

Bueno! Boleio a perna e te convido para cevar um mate a preceito, pois estamos chegando a galope com a coluna TRADIÇÃO E CULTURA, que está publicada nas páginas da edição natalina (24 de dezembro) do Jornal A Semana de Alvorada (RS).


E hoje o vivente poderá lê-la no sítio de um grande parceiro, lá da cidade maravilhosa - o Rio de Janeiro. Trata-se do sítio O CARIÚCHO E O TRADICIONALISMO, do botafoguense / colorado VALMIR GOMES. Abra a cancela clicando em http://ocariucho.blogspot.com/2010/12/coluna-tradicao-e-cultura-j-semana-23.html. Veja os chasques em destaque nesta edição:
1 - É vantagem pagar o MTG ainda em 2010!
2 - Congresso Tradicionalista em Nova Petrópolis!
3 - Papai Noel de Bombachas NÃO!

Baita abraço

Valdemar Engroff - o gaúcho taura

Chasque do Portal MTG!

Tradicionalista cria blog direcionado ao mundo financeiro

Há um ano, em 18 de dezembro de 2009, o tradicionalista Valdemar Engroff, associado do CTG Amaranto Pereira, de Alvorada, 1ª Região Tradicionalista, decidiu criar um blog diferente. Tratava-se do O Bolso da Bombacha (http://www.obolsodabombacha.blogspot.com/), que desde então é considerado o primeiro endereço de internet a tratar de temas financeiros usando termos do regionalismo gaúcho. A página inicial do blog já apresenta a proposta de forma clara: “Galpão Virtual como se fosse um Galpão de CTG, onde trataremos os cobres de tua guaiaca, os pilas, as finanças. Somos o primeiro galpão virtual direcionado aos tradicionalistas, que tratam as finanças pessoais como se fosse uma prosa ao pé do fogo de chão, com um mate bem cevado”.

E a proposta tem alcançado bons resultados. Já são mais de 200 chasques e cerca de 13 mil visitantes, incluindo acessos de países como Estados Unidos, Reino Unido, Argentina e até da Rússia. Os principais questionamentos feitos, segundo relata Engroff, é em relação a investimentos futuros como aposentadoria e INSS. “Há muitos comentários de leitores que vivem situações semelhantes as noticias postadas também”, afirma o autor.

Fonte! Chasque de autoria de Felipe Basso, publicado no Portal MTG, que o vivente poderá acessar abrindo a cancela clicando em http://www.portalmtg.com.br/.

------------

Nota do sítio!

 Felipe Basso é há muito tempo o assessor de imprensa da Federação das entidades tradicionalistas filiadas: o MTG/RS (Movimento Tradicionalista Gaúcho do RS). Além de ser um colaborador do Portal do MTG, participa do Jornal Eco da Tradição (veículo oficial impresso do MTG/RS), do sítio (blog) do MTG no Clic RBS - www.clicrbs.com.br/mtg, entre outros.

Vão os nossos agradecimentos a ele pelo reconhecimento e a todos os gaúchos de botas e bombachas (e às prendas de vestido de prenda), que aqui vem tomar um mate e se inteirar dos assuntos que abordam as finanças pessoais da gauchada!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Chasque do "Cariucho" Valmir Gomes!

Buenas meu amigo!

Gosto de ler as suas colunas, eu há muito tempo utilizo uma planilhinha que eu a chamo de "sobra mês"..rsrs. Um amigo lá da empresa, que também é contador, já me deu essa dica de fazer uma Previdência Privada, mas não me imagino ainda aposentando(rssrs), e meu foco hoje é ter o meu próprio rancho e tenho muitas dúvidas quanto a este assunto.

Parabéns pelo 1 ano servindo o povo gaúcho, ops! cariúcho, digo o brasileiro.

Um baita abraço,

Valmir Gomes

----------------------
Bueno! O gaúcho Valmir Gomes nasceu nos pagos do Rio de Janeiro. E o mais importante, nasceu e sempre viveu na cidade maravilhosa. Lá torce pelo Botafogo e faz alguns anos, a cultura do Rio Grande do Sul entrou na sua vida. E é apaixonado por ela, tanto é que, sem ter parentes no Sul, visitou Porto Alegre e importantes cidades gaúchas, em setembro, no auge dos festejos farroupilhas. No Rio Grande torce pelo Internacional.

Valmir, que no Rio luta somente com o cabo do facão defendendo a tradição gaúcha, criou um sítio dos mais buenos, que o vivente poderá visitar. Basta abrir a cancela clicando em http://ocariucho.blogspot.com/.

Eis a resposta que este sítio deu ao amigo Valmir - o Cariucho tradicionalista do Rio de Janeiro:

Prezado Valmir. Gaúcho da pura cepa do Rio... de Janeiro!

Segundo Augusto Sabóia, consultor desta área, que no ano passado deu uma palestra a respeito na Expo Money Porto Alegre, ele foi taxativo: quanto mais cedo tu começas, com menos tu vais iniciar a tua previdência privada. Eu comecei com 40 anos o meu fundo de pensão. E eu comecei atrasado. As minhas filhas, de 20 e 13 anos já estão com a sua previdência privada há mais de dois anos. Quando elas chegarem na minha idade, terão o suficiente em valores desta aposentadoria complementar para viver até o fim dos seus dias.

Portanto amigo Valmir. Não é cedo não. Antigamente se dava pro netinho ou pro filhinho no seu nascimento uma caderneta de poupança. Hoje o presente é uma previdência privada. Faça já a sua. Leia bastante. Comece agora, pois a perspectiva de vivermos mais já é uma realidade e viver mais na pindaíba, na penúria, na miséria, isso não é bom pra ninguém. Nem pro velho, nem pros seus filhos e pros seus netos...

Baita abraço

Valdemar Engroff - o gaúcho taura!

Chasque do Missioneiro Ademir Canabarro!

Amigo Valdemar!

Permito-me chama-lo assim por lutarmos lado-a-lado do mesmo lado da trincheira que é a defesa de nossos ideais e do tradicionalismo de todos os gauchos sul riograndenses.

Quero parabeniza-lo pelo aniversário do BOLSO DA BOMBACHA que é o unico que conheço que se precupa com o bom uso dos pilas da indiada, e todos aqueles que lerem e fizerem uso dos ensinamentos do Blog, certamente manterão por muitos mais dias as guaiacas recheadas.

E te afirmo amigo velho, preciso imediatamente usar o teu blog no meu dia a dia porque os meus pilas, estão desaparecendo.

Boas Festas e muitas alegrias nas camperiadas desta vida.

Um forte e cinchado abraço deste amigo missioneiro

-----------

Nota deste sítio!

Ademir Canabarro é um missioneiro da pura cepa, aquerenciado em Santa Catarina. É crítico e defensor ferrenho da tradição gaúcha, sendo colunista do sítio Coxixo Gaúcho, que o vivente poderá acessar abrindo a porteira clicando em http://coxixogaucho.com/tche/

E quem sabe Ademir, o senhor comece agora, no dia 1º de janeiro com um firme propósito. E pra começar é bem simples:
1 - Se estiveres endividado - renegocie suas dívidas com o firme propósito de quitá-las, começando com a quitação / renegociação dos débitos onde o amigo paga juros mais salgados;
2 - Se não for o seu caso, comece e organize a sua vida financeira: onde se lê "recebimentos / pagamentos / sobras", troque tudo por: "recebimentos / investimentos / pagamentos". Basta criar um planilha em ecxel, atualizando diariamente o seu orçamento doméstico.
3 - Ao receber os seus proventos (salários e/ou outros recebimentos), PAGUE-SE SEMPRE EM PRIMEIRO LUGAR - ou seja, invista em algum produto financeiro existente no mercado. Depois o amigo paga os outros (água, luz, telefone, bolichos, fandangos....)
4 - Em dezembro de 2011 o senhor vai ver a diferença, pois tenho certeza que o amigo terá muito mais cobres no bolso da sua bombacha.

Baita abraço. Bom natal é um baita ano novo.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

O Bolso da Bombacha! o mate das finanças há um ano no ar!

Pois foi no dia 18 de dezembro do ano de 2009 que escancaramos as porteiras deste humilde galpão, com a proposta de trazermos chasques com a abordagem financeira. Em primeiro plano para os de botas e bombachas e para as prendas. E depois, para a gauchada em geral, do nosso Rio Grande do Sul, bem como de todo o Brasil e até do exterior.

Em 2009, ou seja, em 13 dias publicamos 16 chasques. E quando este chasque por postado, em 2010 totalizaremos até então 200 chasques, com mais de 12.400 vistantes até o momento.

Aproveitamos para agradecer a presença com a sua cuia de mate, dos tradicionalistas que aqui bebem o mate das finanças pessoais. Agradecemos também aos não tradicionalistas, muitos dos quais que se tornaram amigos deste gaúcho.

Aproveitamos para desejar um bom final de ano a todos. E aos que ainda não entraram no rol dos controles financeiros do seu rancho, o que temos a dizer (palavra de quem faz desde 2008), não é difícel fazer. E depois que se começa a fazer, é um vício dos mais buenos fazer as anotações dos ganhos, dos gastos, dos investimentos, enfim, do planejamento financeiro, fazendo da sua casa, como se fosse uma empresa.

Eis o chasque número 1, publicado no dia 18 de dezembro de 2009. E com orgulho, estamos seguindo a risca o que naquela data pretendíamos fazer aqui neste modeste galpão.


Estamos chegando a galope!
Bueno!


Caros Tradicionalistas e gauchada em geral!

Estamos acostumados a divulgar o Movimento Tradicionalista Gaúcho, os eventos dos nossos CTGs, de Alvorada, da 1ª Região Tradicionalista do RS e do MTG, em dois jornais daqui de Alvorada (Jornal A Semana desde dia 03 de dezembro de 1998 e Jornal de Alvorada desde março de 2007). Ambos tem circulação semanal.


Fomos por sete anos consecutivos o responsável pela divulgação do Tradicionalismo Gaúcho na 1ª Região Tradicionalista do RS, ocupando o cardo de Diretor de Divulgação (de 2000 a 2007).


Temos mais de 120 CTGs filiados somente na 1ª Região. Temos no Rio Grande do Sul mais de 1.500 CTGs filiados. Ao todo, temos no Brasil e no exterior, somados aos do Rio Grande, mais de 3.000 entidades filiadas.

Agora vejam: Tudo isso é movido a dinheiro. Tudo isso, além de ser o maior segmento cultural organizado do mundo, faz gerar a economia, pois, estes tradicionalistas tem carro, tem suas pilchas, muitos tem cavalos, e aí vai ração, cocheira, alfafa, medicamentos..... Os CTGs são como empresas, pois realizam eventos, compram carne, outros alimentos, bebidas, e contratam o conjunto, ou seja, tudo isso é uma roda vida. É a economia gerada pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho.

Mas, neste espaço, dedicado em especial aos tradicionalistas, vamos abordar as FINANÇAS PESSOAIS, pois, o gaúcho, mesmo sendo um fervoroso tradicionalista, também ENVELHECE. E se não se preocupar em fazer uma PREVIDÊNCIA PRIVADA, e/ou outros investimentos ao longo de sua vida, quando se aposentar, aí poderá ser tarde demais, e vai depender da aposentadoria do INSS.

E sabes o que quer dizer INSS????????

Resposta: ISSO NUNCA SERÁ SUFICIENTE.

Portanto, estaremos trazendo CHASQUES sobre os diversos meios e modos de o vivente fazer os seus investimentos para o futuro. O primeiro passo É NÃO GASTAR MAIS DO QUE GANHA. o segundo passo poderá ser FAZER UM ORÇAMENTO DO SEU RANCHO, anotando todas as RECEITAS e todas as DESPESAS, isso mês a mês!

Cordiais Saudações Tradicionalistas

Valdemar Engroff

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Ofertaço Coleção de livros Expo Money na Submarino

Bueno! Chego a galope para informar aos que aqui neste sítio boleiam a perna para de vez em quando tomar um mate, que, durante a Expo Money Porto Alegre, realizada dias 1 e 2 de dezembro, dei uma camperiada no galpão (estande) da editora e dei uma olhada nos preços dos livros que compõem a coleção da Expo Money. Achei preços de R$ 37,00 a R$ 55,00 cada.

Semana passada, por absoluta falta de tempo, não comprei a coleção ofertada por SUBMARINO, por R$ 129,90, com frete incluso. A coleção é de 13 títulos.

Hoje recebi outro chasque eletrônico (e-mail) e o preço BAIXOU para R$ 99,90, com frete incluso. Deixei minhas atividades por alguns minutos de lado e fiz o meu pedido.

Eis a resenha a respeito das obras, no sítio da SUBMARINO:

Coleção Expomoney (13 livros)

No Brasil, a Educação Financeira ainda não atingiu o nível em que os cuidados com o dinheiro têm a devida prioridade e vivemos a dicotomia da escassez de recursos que aprimorem nossos conhecimentos financeiros, num contexto sócio-econômico em que o futuro melhor requer a independência financeira.

Os livros da Coleção Expo Money foram idealizados para reforçar e estender os conhecimentos ganhos nos eventos Expo Money, valendo-se de lemas como consumo racional e econômico, gestão do dinheiro, construção da prosperidade financeira, conhecimento do mercado, aproveitamento das oportunidades etc.

A Coleção Expo Money é produzida por autores experientes, consultores financeiros, conceituados professores e renomados palestrantes, para nos guiar no mundo das finanças e dos investimentos pessoais, com riscos balizados.

O Submarino não hesitou e lança esta promoção imperdível que contém a obra com 15 obras fundamentais da Coleção Expo Money por um preço excelente que você só encontra aqui com qualidade, segurança e confiabilidade.

-A Árvore do Dinheiro
-A Bolsa para Mulheres
-As Armadilhas do Consumo
-Educação Financeira
-500 Perguntas (pro) (e respostas ) avançadas de Finanças
-Como Esticar seu Dinheiro
-A Dieta do Bolso
-Suasfinanças.com
-Psicologia Econômica
-O Sovina e o Perdulário
-Títulos Públicos sem Segredos
-Brasil: 100 Comentários
-Relações com Investidores


Abra a cancela e compre antes que a promoção acabe, clicando em
http://www.submarino.com.br/produto/1/23772229/colecao+expomoney+(13+livros)

Baita abraço

Valdemar Engroff - o gaúcho taura!

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Ousadia traz ganhos para os investidores

Mais alguns dias e o ano de 2010 ficará para trás, podendo ser lembrado como o ano em que a poupança teve o pior rendimento no período em que Lula foi presidente da República. A inflação mais alta corroeu parte dos ganhos dos poupadores que optaram pela aplicação. Nesse ambiente, ganhou o investidor considerado mais ousado, que colocou seu dinheiro na Bolsa de Valores e também os que preferiram os fundos de renda fixa que, apesar de descontos da taxa de administração e do Imposto de Renda, tiveram bons rendimentos.

Os rendimentos dos poupadores foram corroídos pela inflação em 2010

Para o economista e professor da PUCRS Alfredo Meneghetti quem apostou no mercado acionário obteve ganhos razoáveis, já que a Bolsa vem apresentando variação positiva de 14%. "Quem aplicou com visão no longo prazo, certamente obteve ganhos, já que houve a valorização da Bolsa, mesmo com a volatilidade, em alguns momentos", observa.

Sócio do Banco de Investimento Geração Futuro, Wagner Salaverry entende diferente. Para ele, a Bolsa foi prejudicada pelo desempenho da Petrobras - o destaque negativo do mercado. Em compensação, os que optaram pelos fundos de renda fixa tiveram ganhos. A rentabilidade de 0,535% observada na poupança em novembro, descontados os efeitos da inflação, se transformou em perda de poder aquisitivo de -0,29% para o poupador, estima a consultoria paulista Economática, que calcula a rentabilidade mensal da poupança.

O resultado de novembro foi o quarto pior desempenho do período desde janeiro de 2003. O Banco Central divulgou que as cadernetas de poupança registraram depósitos de R$ 101,337 bilhões em novembro, enquanto as retiradas somaram R$ 97,321 bilhões. No ano, a captação líquida da poupança soma R$ 28,306 bilhões. Para especialistas, enquanto os juros não baixarem, a poupança não será uma aplicação atrativa, pois o juro elevado impacta nos rendimentos dos fundos de renda fixa dos bancos.

Diante deste cenário, é provável que a poupança encerre o ano com pior retorno ante 2009. A variação da poupança no ano deverá ficar próximo a 6,5% e para muitos permanece entre as opções seguras de investimento.

Fonte! Chasque publicado na edição do dia 12 de dezembro de 2010, do Correio do Povo de Porto Alegre - RS. Créditos do retrato: Camila Domingues / Correio do Povo Memória - http://www.correiodopovo.com.br/.  

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Previdência e a expectativa de vida

Quanto maior a expectativa de vida, maior a punição pela Previdência Social. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é uma medida que compara e classifica os países pelo grau de desenvolvimento humano e para separar os povos desenvolvidos, os em desenvolvimento, e os subdesenvolvidos. É uma metodologia composta a partir da expectativa de vida do nascimento de um ser humano. A esperança de vida dos brasileiros aumentou para os homens até 72 anos e para mulheres até 80 anos. O que deveríamos comemorar. Mas os dados são terrivelmente preocupantes. Tudo conspira para punir aqueles que ousarem a permanecer vivos e saudáveis até 70 ou 80 anos. Devemos tomar algum tipo de providências para impedir que homens e mulheres ousados, que cuidaram da saúde física e mental, vivam mais tempo. Principalmente para aqueles que na velhice vão depender de uma aposentadoria da Previdência Social. Recentemente o IBGE anunciou a nova tabela de expectativa de sobrevida, responsável pela alteração do Fator Previdenciário, utilizado para o cálculo do valor das aposentadorias por tempo de serviço. Quanto mais a pessoa viver, menos ela vai receber em aposentadoria. Quanto maior a expectativa de vida, menor o fator e menor o benefício a receber. Portanto, o Desenvolvimento Humano e o aumento da expectativa de vida, aos olhos da Previdência Social, são uma ameaça. É um perigo! Todos os homens e mulheres que teimarem em viver mais e melhor serão punidos pela audácia e, consequentemente, por vencerem intempéries e obstáculos através de anos de trabalho. Já que não morreram trabalhando, se depender da Previdência Social, vão morrer à míngua.

Fonte! Chasque de autoria do  contador, auditor e Perito Contábil Vanderlei Meirelles, publicado na edição de hoje (10 de dezembro) do Jornal do Comércio de Porto Alegre - RS - http://www.jornaldocomercio.com.br/.

Nota deste sítio!

Gauchada amiga! Levem ao pé da letra o chasque do colega contador.

Previnam-se desde já. Façam um pé-de-meia para terem uma aposentadoria em paralelo à aposentadoria oficial, pois se optares somente por esta (a aposentadoria oficial), ela vai te deixar sem os pilas pra ires pro fandango, pro rodeio, nas cavalgadas, nas lojas de pilchas, etc.

Para isso, comece agora a investir. Comece agora a te pagar primeiro. Depois pague os outros (tuas contas).

Existem vários produtos financeiros no mercado para este fim, a começar pela poupança, passando pela renda fixa, previdência privada, ações em bolsa, etc.

Mas atenção! Título de Capitalização não é investimento. Tu podes ler mais sobre este produto, abrindo a cancela clicando em http://obolsodabombacha.blogspot.com/2010/06/titulos-de-capitalizacao-podem-ser.html.

Quem sabe, nas tuas promessas de final de ano, com "muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender".... tu tomes, entre um mate e outro, uma atitude que vai mudar a tua vida e da tua família.

Baita abraço

Valdemar Engroff - o gaúcho taura!

sábado, 11 de dezembro de 2010

Bolsa é preferida por 45 mil investidores gaúchos

Cada vez mais brasileiros estão buscando as operações em Bolsa de Valores para potencializar seus rendimentos e fugir das pouco atrativas taxas da tradicional caderneta de poupança. Para que se tenha uma ideia, no mês de novembro passado a Bovespa registrou, em todo o Brasil, um total de 614.638 investidores pessoa física, sendo que destes, quase 75% do sexo masculino e outros 25% de mulheres, que já ocupam significativo espaço neste universo. Comparativamente, se voltarmos um pouco no tempo, há apenas três anos, portanto em novembro de 2007, este número não ultrapassava os 328 mil participantes.

Analisando a situação sob o ponto de vista dos estados, por óbvio, São Paulo figura soberanamente nesta lista, com seus mais de 266 mil participantes. Depois, vem o Rio de Janeiro, que ultrapassa os 98 mil investidores, seguido por Minas Gerais, com 49 mil. No caso específico do Rio Grande do Sul, o quarto colocado nesta classificação geral, verifica-se um progressivo aumento no número de investidores a cada ano, tal qual acontece em âmbito nacional. Para que se tenha uma ideia, os gaúchos representam 44.991 dos inscritos pessoa física na Bovespa, algo em torno de 7,3% do universo total de investidores nacionais. São exatamente 34.701 homens e 10.290 mulheres, número este que ainda apresenta grande potencial de crescimento se levarmos em conta o total da população gaúcha, estimado pelo IBGE em 10, 6 milhões de habitantes em seu mais recente levantamento.

Mesmo que o recorde histórico de participantes tenha se verificado no mês de setembro deste ano, quando a bolsa registrou número superior a 630 mil investidores pessoa física, a estabilidade da economia, associada à solidez das empresas que compõem o índice Ibovespa e ao aumento do apetite dos brasileiros por diferentes modalidades de investimentos, na expectativa por ganhos mais elevados, tem trazido constantemente novos investidores à bolsa. A ideia da participação como sócio em uma grande empresa, numa economia de futuro teoricamente promissor nos próximos períodos, parece ser um dos grandes motivadores para este constante crescimento verificado ano após ano.

Fonte! Chasque de autoria do jornalista Marcelo Vaz, publicado na edição de hoje (10 de dezembro), do Jornal do Comércio de Porto Alegre - RS - http://www.jornaldocomercio.com.br/.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Expo Money traz balanço com o perfil dos participantes pelo Brasil

Pesquisa realizada nas 12 cidades mostra as diferenças entre a preferência dos investimentos, perfil, gênero e também aponta o interesse crescente dos jovens e mulheres pela bolsa de valores

São Paulo, 8 de dezembro de 2010 - A Expo Money, maior evento de educação financeira e investimentos da América Latina, chegou ao fim de mais uma circuito e completou 54 edições ao longo de oito anos. O evento, que percorreu 12 cidades brasileiras - Ribeirão Preto (SP), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Recife (PE), Florianópolis (SC), Brasília (DF), São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Vitória (ES), Rio de Janeiro (RJ) e Porto Alegre (RS) – reuniu ao longo de todo território nacional mais 46 mil participantes interessados em aprender a gerir suas finanças, eliminar dívidas, iniciar aplicações e dedicar mais tempo aos investimentos para alcançar objetivos de curto, médio e longo prazos.

Além de levar conhecimento e informação através de exposições com as principais empresas do segmento e cerca de 460 palestras, com a participação de experts em finanças pessoais e investimentos, a viagem educativa pelo Brasil permitiu também traçar um perfil e conhecer as características de cada estado através da pesquisa realizada pela Expo Money com os inscritos.

"É importante conhecermos bem o nosso público para atendermos com eficiência a sua necessidade. Em 2009, por exemplo, através da Clínica Financeira disponibilizamos um serviço personalizado de consultoria financeira gratuita que foi um grande sucesso repetido em várias edições de 2010. Neste ano, foi a vez do público feminino ganhar mais atenção com o Money Mulher", aponta Raymundo Magliano Neto, diretor da Trade Network, organizadora da Expo Money.

Futuro financeiro desde já

A faixa etária dos participantes aponta que a preocupação com a segurança financeira no futuro começa cada vez mais cedo. Na cidade de Ribeirão Preto, por exemplo, 55% dos congressistas tinham até 25 anos. Em seguida, destacaram-se Brasília e Salvador com participantes entre 26 a 34 anos (37%); Belo Horizonte e Rio de Janeiro na faixa de atuação de 35 a 47 anos (26%); e Porto Alegre com visitantes entre 48 e 59 (26%). A cidade que apresentou a maior concentração de congressistas acima de 60 anos, foi Rio de Janeiro, com 6%.

A maior aderência a produtos previdenciários foi identificada em Curitiba e Rio de Janeiro: 30% dos participantes de ambas as edições já possuem um plano contratado. Muitos também pensam em contratar e os com maior intenção estão em Ribeirão Preto, com 37%. Quanto ao perfil de atuação, a maioria dos participantes considerados investidores "conservadores" estão localizados no Recife, como 31%.

Porto Alegre concentrou a maioria tida como "moderada", com 27%, e a maioria considerada "atuante", com 28%. Na companhia dos cariocas, os gaúchos também foram apontados como os investidores mais "arrojados" de todo o circuito, com 10%.

Na hora de escolher um produto para aplicar seus recursos, a menina dos olhos dos investidores ainda é a poupança, ideal para objetivos de curto prazo. Líder absoluta em todos os estados do país, a cidade que apresentou o maior percentual de adeptos foi a cidade de Recife, com 55%. Mantendo o perfil conservador da grande maioria dos investidores nacional, o segundo lugar na preferência dos investidores, ficam com os fundos de renda fixa e CDBs, com destaque maior atingido na capital gaúcha com 31% dos visitantes adeptos.

Os gaúchos novamente lideram na opção de investimento de ações, com 44%, seguido do Rio de Janeiro (37%) e São Paulo (34%), o que mostra que as três capitais, que estão os estados com maior número de investidores, revelam um grande potencial de crescimento quando o assunto é renda variável. Já as capitais do Nordeste (Salvador, Recife e Fortaleza) ainda destinam a menor fatia para a bolsa de valores, cerca de 20%.

Terra da bolsa

Dada sua importância no mercado financeiro, a capital paulista foi cenário da edição comemorativa da 50ª edição Expo Money por todo o país. O evento contou com a presença de 18.506 visitantes que puderam conferir de perto a exposição de cerca de 100 empresas do segmento e mais de 130 palestras. A edição teve ainda a presença ilustre de um dos mais respeitados traders do mundo, Alexander Elder e a estreia do Money Mulher. Coordenado pela consultora financeira Sandra Blanco, o espaço destinado ao público feminino reuniu 1.800 participantes e promoveu diversas atividades, palestras e workshops para esclarecer e orientar as dúvidas sobre o futuro dos investimentos para as mulheres.

Sede da bolsa de valores nacional, o estado de São Paulo segue como líder no ranking de investidores da Bolsa. Segundo a BM&FBOVESPA, em novembro, o estado atingiu 266.441 investidores ativos; quase o triplo de investidores que o segundo colocado, o Rio de Janeiro, com 98.348. Como investidores, os paulistas apresentam perfil mais jovem já que a grande maioria atuante, 65% possui até 34 anos, e sem dependentes, 64%.

Gaúchas x paulistas

As mulheres, que tiveram um espaço cor-de-rosa especial nas edições de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, também surpreenderam na participação e interesse em conhecer os produtos de investimentos. São Paulo novamente despontou com o número de mulheres no evento, mas não na capital, e sim no interior, em Ribeirão Preto, com 41% do público. A vice-liderança ficou com Vitória (38%), depois São Paulo, Salvador e Florianópolis (36%). As gaúchas que tiveram menor número, com apenas 26% dos participantes.

Serviço: Circuito Expo Money 2011
05 e 06 de Abril – Expo Money Curitiba
16 de Abril - Expo Money Ribeirão Preto
26 e 27 de Abril – Expo Money Fortaleza
04 e 05 de Maio – Expo Money Salvador
25 e 26 de Maio – Expo Money Recife
08 e 09 de Junho – Expo Money Florianópolis
10 e 11 de Agosto – Expo Money Brasília
13 de Agosto – Expo Money Goiânia (nova)
22 a 24 de Setembro – Expo Money São Paulo
18 e 19 de Outubro – Expo Money Belo Horizonte
26 e 27 de Outubro – Expo Money Vitória
09 e 10 de Novembro – Expo Money Rio de Janeiro
23 e 24 de Novembro – Expo Money Porto Alegre

Informações e inscrições: http://www.expomoney.com.br/
Imprensa Expo Money
Telefone: (11) 3094 3442/7721-5077
Cristiane Moraes (cristiane@expomoney.com.br)

Fonte! Chasque publicado no sítio http://www.ipoom.com/, no dia 08 de dezembro de 2010.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Atitude 39! Mateada na Expo Money Porto Alegre!

Bueno! Boleio a perna pra te dar um "oh de casa" e te convido para um dedo de prosa e para tomar um mate a preceito, pois estou chegando com as impressões a respeito do maior evento de educação financeira que é realizado no país. O mesmo é realizado ao longo do ano nas principais capitais do Brasil e o encerramento do mesmo foi aqui no Rio Grande do Sul, com a sua realização nos dias 1 e 2 de dezembro, no Centro de Eventos da PUC/RS.

O evento abordou diversos temas com enfoque financeiro, tendo ao todo em torno de 50 palestras, que eram distribuídas em quatro salas. As mesmas eram proferidas de forma simultânea.

No primeiro dia consegui matear em quatro palestras e como estou na fase inicial em termos de investimentos e aprendizagem, onde, a partir de 2008 comecei a fazer controles da minha vida financeira e da minha família, este ano ainda assisti as denominadas palestras para iniciantes (básicas). Eis algumas considerações:

1 - Conheci o mega investidor Lírio Parisotto, um ex agricultor e ex pobre (aos 26 anos) como ele mesmo diz. Gaúcho de Nova Bassano, fundador da Videolar de Caxias do Sul, na sua palestra teceu comentários a respeito da sua caminhada na bolsa de valores, desde os anos 1970. Não lhe faltou persistência pois perdeu tudo em duas oportunidades no mercado acionário, quando comprava na alta e vendia no auge da crise (na baixa). Depois começou a comprar na baixa e vender na alta, que é uma das principais regras para enriquecer no mercado de ações.

2 - Uma aula no sentido amplo da palavra, foi a palestra proferida por Cristiano Nemer, da Itaú Corretora, onde comentou da perspectiva de, no final deste ano, a bolsa atingir, apesar das crises localizadas na Europa, os 85 mil pontos, baseando-se na análise fundamentalista e considerando-se as sessenta ações mais negociadas na Bovespa. Além disso teceu comentários e citou as principais diferenças das análises fundamentalista e gráfica.

3 - Uma visão macro sobre demografia, qualidade de vida, envelhecimento da população, crescimento econômico em países de primeiro mundo e emergentes, foi a tônica da palestra proferida pelo ex secretário da fazenda do Rio Grande do Sul Aod Cunha de Moraes Jr . Na mesma palestra, Débora Morsch, da Corretora Solidus, deu ênfase aos produtos do mercado acionário, tais como fundo de ações, clube de investimentos e compra direto de ações via home broker.

4 - O economista e escritor gaúcho Everton Lopes falou sobre a Qualidade de Vida Financeira com Qualquer Renda, visando o seu bem estar, principalmente na terceira idade, quando a aposentadoria pedir passagem.... A desenvoltura do palestrante com a sua didática contagiou todos os participantes. Deu diversos exemplos comparativos com o tamanho da renda do vivente e o tamanho do investimento possível e deu dicas para não entrar em endividamentos, colapsos financeiros e começar a investir pensando no seu futuro e da sua família.

Bueno! No dia 2 consegui participar e matear em outras quatro palestras, com destaque para as seguintes observações:

1 - Como organizar a sua vida financeira foi o tema da palestra proferida por Ângelo Larozi, da Investeducar, que, com uma didática das mais buenas mostrou os caminhos para não ter problemas financeiros em sua vida, tais como: não emprestar seu nome, não comprar por impulso, não comprar sem pesquisar e não comprar sem ler os contratos. Para estes itens, segundo ele, o crédito é o vilão. Além disso deu diversos exemplos de investimentos e fez comparações, desde "guardar dinheiro no colchão" até aplicações em ações. Para ele, "investir é multiplicar a suas reservas financeiras".

2 -  O tema Previdência Privada foi abordado por Arizoly R. Pinto, da Brasilprev, que deu ênfase ao preparo do peão e da prenda para entrar na terceira idade. E não faz sentido entrar na terceira idade somente com os cobres da aposentadoria do INSS. Por isso tocou muito no assunto, onde mencionou que "preparar-se para entrar bem financeiramente na terceira idade, começa na primeira, com a formação de reservas", e uma das vias é a previdência complementar. Comentou citando as diferenças dos planos (PGBL x VGBL), suas vantagens e desvantagens, bem como as taxas administrativas e de carregamento.

3 - A Bovespa trouxe para o evento o palestrante Luiz F. R. Leitão, que abordou o tema Como Investir em Ações. Conseguiu-se conhecer um pouco mais a maior bolsa de valores da América Latina e no assunto "ações" citou os diversos tipos de ações que são negociados. Deu dicas na elaboração de carteiras para o futuro investidor e além disso comentou sobre os demais produtos da bolsa: clubes de investimentos, fundos de ações, tesouro direto e a compra direta de ações via corretora ou via computador.

MONEY MULHER

Bueno! Esta foi uma das novidades deste ano. Eram mini palestras, de 30 a 40 minutos, onde as prendas assistiam de cadeira (e a peonada podia assistir de pé). Diversos assuntos financeiros, direcionados especificamente para as mulheres eram abordados, tais como: as leis do dinheiro para as mulheres, as armadilhas do consumo, histórias de investidoras, a dieta do bolso, o amadurecimento da mulher independente, o caminho da mulher rumo aos investimentos, etc.

CLÍNICA FINANCEIRA

Bueno! Ano passado foi a minha primeira participação na Expo Money e nesta oportunidade não me interessei em participar da clínica financeira. Mas nesta ano, tive o intuito de participar para ver como estou com o meu próprio desempenho em relação aos controles financeiros e invetimentos. Tomei um mate com o planejador financeiro Bruno Amaral Azevedo. E como eu não faço parte dos 99% dos que procuram a clínica para sair da delicada situação de dívidas e/ou falta de controle de orçamentos domésticos, Bruno projetou a minha situação para fins de aposentadoria. E pelos seus cálculos, vou ter que ser um pouco mais arrojado nas minhas aplicações, pois comecei a fazer a minha reserva aos 40 anos (fundo de pensão) e aos 50 anos com outros pequenos investimentos.

PALESTRAS PERDIDAS

Bueno! Na Expo Money do ano passado, assisti uma palestra proferida por Gustavo Cerbasi. Mas este ano eu senti a sua ausência no evento. Ele é autor de diversos livros, entre os quais "Casais Inteligentes Enriquecem Juntos". Além disso, como não se consegue participar de todas as palestras, muitas vezes temos que optar entre um tema e outro. E foi por optar por outros temas que perdi as palestras do consultor Augusto Saboya, que abordou  "Pare de Economizar.... Planejar Tudo dá Mais Certo" e " Planejamento Financeiro para a Aposentadoria". Também perdi o tema "Como Investir no Tesouro Direto".

CONCLUSÃO E INVESTIMENTOS

Bueno! É a segunda vez que me dou de presente este evento e muitas lições eu levo desde o ano passado para a minha vida pessoal e para as minhas três prendas (esposa e filhas). E aqui eu tento repassar as minhas impressões para todos os que vem aqui tomar um mate.

No ano passado o evento começou pela parte da manhã. E não se tinha muita opção em termos de alimentação. Além da lancheria dentro do complexo, tinha um restaurante com os preços muito salgados (caros). Mas era a única opção de almoço dentro do complexo. Mas este ano o evento iniciou nos dois dias lá pelas 13h30min. Então o vivente já tinha almoçado (fora do complexo) e nestes dois dias só tive a despesa do estacionamento: R$ 17,50 no primeiro dia e R$ 14,10 no segundo.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Expo Money 2010 - Porto Alegre

Bueno! Chagamos a galope com as impressões da Magnum Investimentos a respeito da quinta edição da Expo Money, realizada em Porto Alegre (RS), no Centro de Eventos da PUC / RS, nos dias 01 e 02 de dezembro.

Baita Abraço

Valdemar Engroff - o gaúcho taura

Expo Money 2010 - Porto Alegre

A capital gaúcha, rica em sua formação cultural, fechou com chave de ouro o Circuito Expo Money 2010, maior evento de educação financeira e investimentos da América Latina, com sua 5ª edição. Atualmente o Rio Grande do Sul ocupa a 4ª posição em número de investidores entre os estados e concentra mais de 40 mil pessoas na Bolsa de Valores.

O evento, realizado durante os dias 1 e 2 de dezembro, contou com mais de 40 palestras sobre economia e mercado financeiro, focando pricipalmente os investimentos em renda variável e Bolsa de Valores. Renomados profissionais do mercado, como a jornalista e Senadora Ana Amélia Lemos e o consultor Augusto Sabóia estiveram entre os palestrantes, que buscaram apresentar os passos para organizar a vida financeira e conhecer sobre as opções e técnicas para se tornar um investidor melhor.

As palestras foram divididas em três níveis de conhecimento: básico, intermediário e avançado e trouxeram exemplos práticos para o sucesso nas finanças pessoais.

Além de renomados profissionais do mercado como consultores, economistas e escritores, também participaram do evento empresas de capital aberto, dentre elas Banco Bradeso, Banco do Brasil, BM&F Bovespa, Gerdau e Petrobras.

Fonte! Chasque publicado no sítio da Magnum Investimentos, no dia 03 de dezembro de 2010 -
http://www.magnuminvestimentos.com/blog/.

Expo Money reúne cerca de 4 mil pessoas em Porto Alegre

Um dos maiores eventos da América Latina sobre educação financeira, a Expo Money, encerrou o circuito 2010 contabilizando cerca de 4 mil participantes em Porto Alegre. Na quinta edição, Lírio Parisotto, Ana Amélia Lemos e Márcia Tolotti foram algumas atrações entre os palestrantes.


Outra novidade que chamou a atenção de quem visitou o Centro de Eventos da Pucrs, foi o Money Mulher, espaço com palestras exclusivas para as gaúchas. Cerca de 500 mulheres que assistiram às palestras mostraram que também entendem de finanças ou querem entender. "Houve muita interação entre as palestrantes e as mulheres que participaram. Até pelo formato da apresentação, parecia mais uma conversa e deixavam as participantes à vontade," afirmou a coordenadora do espaço, Cristiane Moraes.

A quinta edição do evento na Capital apresentou algumas inovações como o Money Mulher

Além disso, a Clínica Financeira - serviço de atendimento individual gratuito que pela segunda vez foi oferecido - somou cerca de 50 consultas.

Fonte! Chasque publicado no sítio do Jornal do Comércio de Porto Alegre (RS), no dia 2 de dezembro de 2010 - http://www.jornaldocomercio.com.br/, na seção de Economia.

Fonte do retrato! Andressa Andrade / Camejo / Divulgação / Jornal do Comércio.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Atitude 38! Estou com o pé no estribo....

Bueno! Daqui a pouco monto no meu pingo e vou a galope rumo à PUC/RS, onde hoje e amanhã estará acontecendo a.....
O evento, nestes dois dias, inicia às 13h indo até às 21h30min. E a inscrição é gratuita. Basta chegar de mala e cuia e se inscrever. Mais informações o peão e a prenda poderão conseguir abrinda a porteira clicando no chasque! http://obolsodabombacha.blogspot.com/2010/11/proxima-parada-expo-money-porto-alegre.html.

Fonte da gravura! Sítio o Léo Ribeiro (de Carlos Montefusco) - http://www.blogdoleoribeiro.blogspot.com/.
Fonte logo da Expomoney Porto Alegre - sítio da Expomoney - http://www.blogexpomoney.blogspot.com/.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Atitude 37! Invista na Previdência Privada e pague menos I. R. ! ! !

Bueno! Já passei por isso e por isso repasso o chasque (texto) abaixo, trasncrito do sítio (blog) do Renato Folador, especializado na área de previdência Privada. É de fazer pensar e repensar entre acumular valores numa previdência privada ou optar e repassar pro Leão do Imposto de Renda. A escolha é de cada peão e de cada prenda. Leia com atenção!

Baita abraço

Valdemar Engroff - o gaúcho taura!

IR NA PREVIDÊNCIA PRIVADA

Muita gente procura a previdência privada para ter uma outra fonte de renda, além do INSS, na velhice.


O que alguns não sabem é que há uma enorme vantagem tributária.

Primeiro, a gente pode abater até 12% da renda anual na hora de declarar o imposto de renda.

Vamos imaginar alguém que ganhe R$ 5.000,00 por mês. Com o 13º., seria uma renda de R$ 65.000,00 no ano. Pois, já na declaração de 2.011, ele abateria R$ 7.800,00. É isso aí: ou previdência privada ou dar dinheiro para o Leão.

Mais: na hora que o fundo de pensão investe o dinheiro, ele é isento de imposto. O que isso significa? Que o rendimento é maior, pois diferentemente de um Fundo de Investimento não tem o come-cotas, aquele imposto descontado a cada seis meses.

Por fim, se deixarmos o dinheiro aplicado por mais de 10 anos, podemos escolher a tabela regressiva e, na aposentadoria,vamos pagar só 10% de imposto.

Olha, ainda dá tempo. Todos têm até 31 de dezembro para fazer um plano de previdência e se beneficiar já na Declaração do próximo ano. Ligue para 0xx41.3351.9962, para saber como.

Fonte! Chasque publicado no dia 30 de novembro de 2010, no Sítio (blog) do Renato Folador. Abra a porteira e faça uma visita clicando em http://blogs.band.com.br/follador/.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Próxima Parada: Expo Money Porto Alegre!

Bueno! Transcrevo na íntegra chasque publicado no sítio da Expo Money, com toda a programação deste evento, o último deste ano, que vai acontecer no Centro de Convenções da PUC/RS, nos dias 1ª e 2 de dezembro. Agende-se. Programe-se e participe. Inscreva-se já pois a inscrição é GRATUITA!

Baita Abraço

Valdemar Engroff - o gaúcho taura!

Para fechar o Circuito 2010 a Expo Money chega a Porto Alegre, para a 5ª edição, nos dias 01 e 02 de dezembro, no Centro de Convenções PUC/RS. Para a capital gaúcha, além de mais de 50 palestras e da Clínica, as gaúchas também terão uma atenção especial, com oficinas e painéis que vão ajudar as mulheres a encontrar seu lado investidora.


Entre os palestrantes de destaque está a jornalista e senadora Ana Amélia Lemos, que participa pela primeira vez do evento com a palestra “Cenários Políticos e Econômicos para 2011”; o mega investidor brasileiro, Lírio Parisotto, que fala sobre o seu caminho na Bolsa de Valores em “Sou movido a lucro e não a cotação”; e o executivo Geraldo Soares, que apresenta o tema “Casos de Sucesso do Mercado de Ações”, título lançamento da Coleção Expo Money.

Além de conferir tudo o que o evento tem a oferecer, os gaúchos poderão descobrir diversas opções de investimentos de acordo com cada perfil. Renda Fixa ou Renda Variável? Poupança, Previdência Privada, Tesouro Direto, Ações, Fundos e ETF’s são algumas das opções para investir.

Dúvidas sobre previdência privada? O evento também traz opções para quem busca entender melhor sobre os planos de previdência. Se o assunto é renda fixa, o Tesouro Direto está entre as opções dos investidores. Partindo para a bolsa de valores, a cesta aumenta com a participação de diversas empresas de capital aberto. Outras opções são as corretoras e vendors que oferecem diversas ferramentas para auxiliar os investidores na hora de investir.

Os investidores veteranos também contam com palestras especiais e temas que abordam desde os gráficos até o mercado de opções. O escritor Hugo Azevedo fala sobre “Opções: as 4 operações infalíveis”; Carlos Martins apresenta o tema do seu livro “Os Super Sinais da Análise Técnica”; Alexandre Cabral ensina como potencializar os ganhos em “Aluguel: ganhe na alta e na baixa na bolsa”; Leandro Martins aborda “Day-Trades – operações na abertura do mercado”; Wagner Caetano mostra “Como ler os gráficos na Bolsa”; e Leandro Stormer também fala sobre as técnicas com o uso dos gráficos.

Entre os patrocinadores estão a bolsa de valores (BM&FBOVESPA); empresas de capital aberto (Petrobras, Vale, Gerdau e Triunfo); bancos (Banco do Brasil, Itaú e Bradesco); corretoras de valores (Ativa, Investbolsa e Solidus) e agentes e entidades do mercado (BlackRock, Sicredi, Smart Futures, CVM, Apimec, Agência Estado, Trader Gráfico e Nelogica).

Serviço:

5ª Expo Money Porto Alegre

Local: Centro de Convenções PUC-RS

Av. Ipiranga, 6681 – Prédio 41

01 e 02 de Dezembro – 13h às 21h30

Informações e inscrições: http://www.expomoney.com.br/
 
Fonte! Chasque publicado no sítio da Expo Money, no dia 25 de novembro de 2010. Abra a cancela clicando em http://www.blogexpomoney.blogspot.com/.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Tradicionalismo Gaúcho! Coluna Tradição e Cultura do dia 19/11/10

Bueno! Boleio a perna e te convido para cevar um mate a preceito, pois estamos chegando a galope com a coluna TRADIÇÃO E CULTURA, que estará nas páginas da edição de HOJE(19 de novembro) do Jornal A Semana de Alvorada (RS).


E hoje o vivente poderá lê-la abrindo a cancela para entrar no sítio do mais novo parceiro, o CTG AMARANTO PEREIRA, entidade tradicionalista de respeito, de Alvorada e de toda a 1ª Região Tradicionalista do Rio Grande do Sul. Abra a cancela clicando em http://ctgamaranto.blogspot.com/2010/11/tradicionalismo-gaucho-coluna-tradicao.html
 
> Destaques:
1 - Baile de aniversário do CTG Bento Gonçalves da Silva
2 - Baile de aniversário do CTG Amanhecer na Querência
3 - Chasque do 15º Congresso Tradicionalista Regional
4 - Entenda o Enart
5 - Alvorada no Enart
6 - CTG Sentinelas do Pago no Fest Chirú

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Atitude 36! Vem aí a 5ª Expomoney Porto Alegre. Não perca tchê! ! !

Bueno! Boleio a perna pra convidar a gauchada para participar nos dias 2 e 3 de dezembro, na PUC - RS, da quarta edição da 5ª EXPOMONEY PORTO ALEGRE, das 13h às 21h30min. É o maior evento aberto ao público gaúcho, que trata das finanças pessoais, desde o controle do orçamento doméstico até os investimentos que miram a aposentadoria e a riqueza.

Mais informações o vivente encontra no chasque abrinda a cancela clicando em http://www.expomoney.com.br/09/?evt=poa

Já fiz a minha inscrição.

Aproveita e faça a tua.

Receberás o teu crachá no teu rancho (tua casa) ou local de trabalho, ou outro endereço que tu indicares.

IMPORTANTE! A inscrição é totalmente GRATUITA!

Te programa vivente! A PUC - RS fica na Av. Ipiranga, 6681.

De acordo com Afonso Ritter, "Os gaúchos que estiverem com alguma doença financeira terão à disposição uma clínica especializada para atendimento personalizado gratuito nas tardes dos dias 1 e 2 de dezembro, no prédio 41 da Pucrs de Porto Alegre durante a 5ª edição da Expo Money, maior evento sobre educação financeira e de investimentos e que já pecorreu neste ano 10 cidades do País, segundo a diretora Cristina Moraes. A agenda dos consultores prevê o atendimento de 60 pessoas, inscritas previamente. A clínica funciona pelo 2º ano, com a Expo Money, que promoverá nas duas tardes 50 palestras gratuitas sobre organização do orçamento, como eliminar dívidas e buscar a saúde financeira até como planejar a aposentadoria e investir na Bolsa de Valores".

"Investidores gaúchos! O Rio Grande do Sul foi o que mais cresceu em número de investidores individuais na Bolsa de Valores. Quando a Expo Money realizou sua primeira edição no Estado, em 2006, eles eram 7.121. Neste ano já passaram de 45 mil, crescimento superior a 500%, mostrando o potencial do Estado, que ocupa o quarto lugar em número de investidores, atrás só de São Paulo, Rio e Belo Horizonte". 

Bueno! O chasque trazido por Afonso Ritter foi publicado em sua coluna "Obsrvador", no Jornal do Coméricio de Porto Alegre - RS, na edição do dia 18 de novembro de 2010, cujo jornal tu também poderás ler abrindo a porteira diariamente clicando em http://www.jornaldocomercio.com.br/ ou http://jcrs.uol.com.br/.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Atitude 35! Aposentadoria evitando erros!

Bueno! Todo mundo sabe que com o aumento da expectativa de vida da população, não tem sistema oficial, que concede a aposentadoria oficial, que resista sem reformas para poder atender a gama dos novos aposentados que virão, onde este peão está incluído.

Uma das soluções é o peão e a prenda fazer um investimento "paralelo", que vai ser somado à aposentadoria oficial, quando tu fores pendurar as chuteiras na tua lida diária, ou seja, quando fores te aposentar efetivamente, pois a pior coisa do novo aposentado é depender totalmente da aposentadoria oficial, tendo como consequência imediata a redução drástica da sua qualidade de vida, pois é pindaiba (penúria) na certa no futuro, com dependência e favores dos filhos, netos, genros, noras....

Por isso é bom começar desde piá, pensando no futuro, contribuindo para si mesmo. Mas de acordo com o PORTAL EXAME - http://www.portalexame.abril.com.br/, que traz um chasque (matéria), que foi publicado no dia 21 de outubro deste ano, onde o mesmo menciona os cinco erros que devem ser evitados na formação do teu bolo particular com o fim específico da tua aposentadoria. Para ler o chasque (matéria), basta o vivente abrir as porteiras clicando em
http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/aposentadoria/noticias/os-5-erros-mais-comuns-no-planejamento-financeiro-da-aposentadoria?page=2

Aplicando teus cobres num Fundo de Pensão!

Bueno! Sou da opinião de que se tu trabalhares numa empresa que tem um Fundo de Pensão (fechado) a oferecer, direcionado à participação de seus colaboradores, que tu deves participar, contribuindo mensalmente com o valor que tu podes participar (até o limite estipulado pelas regras do próprio fundo), pois a tua empresa fará o mesmo até o limite que é estipulado para cada colaborador participante.

Mas também sou da opinião que participar do Fundo de Pensão deve ser um item do teu balaio de investimentos. Não deves jogar todos os ovos nesta cesta. Diversifique e aplique em outros produtos financeiros, desde a conservadora caderneta de poupança (muito apropriada para as tuas reservas de emergência), passando por renda fixa, tesouro direto, ações em bolsa (podendo ser direto via home brocker ou via participação em um clube de investimentos ou num fundo em investimentos em ações) e por que não em imóveis que gerem renda????

Gostaria que o vivente lesse o chasque (matéria) que trago, que pode gerar dúvidas em relação ao Fundo de Pensão, de autoria de Jorge Rubem Folena, publicado no sítio JusBrasil Notícias - http://www.jusbrasil.com.br/noticias, no dia 29 de outubro do corrente ano, cujo título é "Previdência Privada: inconstitucionalidade da retirada do patrocínio", que traz dúvidas em relação ao patrocinador (a empresa) quando susta a sua contribuição. Mas, há um comentário, escrito por Carlos MKP, que deve ser levado em conta, pois é a contestação do próprio artigo escrito por Jorge. Bueno! Abra as cancelas clicando em http://www.jusbrasil.com.br/noticias/2443873/previdencia-privada-inconstitucionalidade-da-retirada-do-patrocinio

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Quanto você paga de imposto de renda ao aplicar seu dinheiro?

Bueno! Boleio a perna e trago na mala de garupa um chasque (matéria) que vai ser útil para todos os viventes que investem ou vão ser investidores no futuro, pois sabemos que este é o caminho da multiplicação do teu patrimônio.... São os impostos incidentes a vários produtos financeiros existentes no mercado atualmente.

O Chasque foi publicado no sítio EnsinaIvest por Vinicius Baccili, , no dia 9 de novembro próximo passado - http://www.ensinainvest.com.br/, começando com a tradicional Poupança. Boa leitura!

Poupança

Os investimentos em cadernetas de poupanças são os mais populares entre os brasileiros. A aplicação é de fácil entendimento e pouco burocrática, e paga uma remuneração anual equivalente a 6% mais TR (taxa de referência), o que não é uma renda satisfatória, porém, os riscos são baixíssimos e os lucros são isentos de Imposto de Renda.

Ações

Já o investimento em ações é isento de IR sempre que a soma de todas as ações vendidas em um único mês for inferior a R$ 20.000. Essa medida é favorável aos pequenos investidores como um incentivo à aplicação em Bolsa de Valores. Quando a soma das ações vendidas for superior a R$ 20.000 em um mês, o lucro líquido das operações será tributado em 15% e 20% para operações de Day Trade (compra e venda de ativos no mesmo dia, recolhidos mensalmente em ambas as operações.

Ouro

A pessoa física que optar por investir seu dinheiro em ouro, poderá fazê-lo de duas maneiras. A primeira exige cadastro em uma corretora e o investidor não recebe as barras em mãos, já que são negociados apenas os contratos do metal, que ficam sob cuidados de uma custodiante. Ao ser negociado como ativo financeiro, o ganho de capital do ouro é isento de Imposto de Renda sempre que o valor total de venda dos contratos não superar R$ 20.000 em um único mês, ou seja, a mesma regra usada no mercado de ações.

A segunda maneira de se investir em ouro é no mercado de balcão, em que o comprador também é detentor do metal e não é isento do pagamento do IR.

Imóveis

Para quem prefere investir em imóveis e aluga um imóvel, terá que pagar à Receita Federal até 27,5% do lucro obtido em Imposto de Renda. Porém, caso o investidor decida aplicar seu dinheiro em um fundo imobiliário, é isento de imposto de Renda desde que nenhum investidor tenha custódia de mais de 10% das quotas do fundo, o número total de quotistas seja superior a 50 pessoas e que as quotas devem ser negociadas exclusivamente na Bovespa ou no mercado de balcão organizado.

Vinicius Baccili

Atitude 34! O caminho da TUA capitalização!

Bueno! Trago na mala de garupa um chasque (matéria) interessante.

Depois que o vivente se equilibra nas contas, começa a se inteirar sobre como fazer um orçamento doméstico, aprende a gastar o seu rico e suado dinheirinho de forma mais racional, é lógico que ele vai começar a fazer planos, projetar a compra de sonhos e fazer sobrar dinheiro no fim do mês. E para isso, a mudança muitas vezes é radical e precisa ser encarada por todos do seu rancho (sua casa, sua família).

E o pontapé inicial é ANOTAR TODOS OS GASTOS, com ENTRADAS DE DINHEIRO (salários por exemplo) numa planilha, na coluna DÉBITO e as saídas (os pagamentos, os investimentos e as doações) na coluna CRÉDITO e uma coluna SALDO que é o resultado, a diferença das duas colunas. Enfim, o vivente vai fazer CONTABILIDADE em casa. E não precisa ser contador, basta ter boa vontade de todos (marido, esposa e filhos). Se não obtiver computador, basta uma folha de caderno e repito, ter boa vontade.

Mas como eu disse no início, trago-lhes um chasque (matéria) interessante, publicado no Portal Exame, no dia 8 de novembro (antes do "estouro" do Banco Panamericano....). É interessante e de aplicação imediata para quem já saiu do vermelho e está no azul. São recomendações que te mostram o caminho de CINCO MANEIRAS PARA DOBRAR O TEU INVESTIMENTO. E para acessar o chasque, basta abrir a cancela clicando em http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/noticias/cinco-maneiras-de-dobrar-seu-investimento.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Tchê! Será que é verdade?????????

Bueno! Te convido para leres o chasque abaixo. Se for verdade, algumas instituições financeiras estão brincando com os seus clientes, apesar de eu concordar que, a caderneta de poupança não deva ser usada tal qual uma conta-corrente, com vários saques ao longo do mês. Mas acho a medida antipática, por tudo que ela possa representar para esta, que ao longo dos anos sempre foi a menina dos olhos dos investidores brasileiros de baixa renda e o sustentáculo financeiro (junto com os recursos do Fundo de Garantia) da construção civil, dos investimentos imobiliários deste país!

Bancos mudam sistema de funcionamento da caderneta de poupança

E muitos poupadores foram pegos de surpresa

O poupador foi pego de surpresa. Sem muito alarde, alguns bancos mudaram o sistema de funcionamento da caderneta de poupança e, agora, os saques estão limitados. Maria de Jesus Souza já não sabe mais quantas vezes pode sacar sem correr o risco de perder os benefícios da poupança.

A produção da TV Tem pesquisou vários bancos e constatou a irregularidade. Em uma gravação, o gerente explica a nova regra aplicada pelas agências.

Funcionário do banco: "Na caderneta de poupança você pode fazer apenas um saque ao mês. E depósito o senhor pode fazer normalmente. Só os saques que não. Ganha um cartão. Pode usar ele como débito, mas a gente pede para não utilizar como conta convencional"

Ele diz ainda que as contas são monitoradas e faz um alerta para quem fizer mais de um saque mensal da poupança.

Funcionário do banco: "Consta para o nosso gerente que a conta está sendo utilizada como conta corrente. Aí, nosso gerente, irá ligar para o senhor comparecer a agência para verificar o que está acontecendo"

Ainda segundo o gerente, quem não cumprir a exigência tem a conta poupança transformada em conta corrente, com cobrança de tarifas. A medida contraria uma norma do banco central que regulamenta as cadernetas de poupança.

Segundo o Conselho Monetário Nacional, os bancos devem fornecer cartão com função movimentação, realizar até dois saques por mês, nos caixas ou nos terminais de auto-atendimento, autorizar até duas transferências para conta de depósito de mesma titularidade, fornecer até dois extratos com a movimentação do mês, além de disponibilizar consultas pela internet, mas poucos poupadores conhecem esses direitos.

De janeiro até agora, o Procon em São Paulo registrou quase 12 mil reclamações contra os bancos. A maioria por cobrança indevida e descumprimento de contrato. Mas o poupador que se sentir prejudicado pode procurar o órgão de defesa do consumidor.

"o consumidor deverá entrar em contato com a instituição financeira, caso a instituição financeira não proceda, o cancelamento da cobrança e a restituição dos valores, poderá efetuar a reclamação junto ao Procon", orienta Rodrigo Noronha, supervisor do Procon.

No Brasil existem mais de 90 milhões de poupadores em caderneta de poupança. Investidores que escolhem essa modalidade pela facilidade de movimentação da conta.

"Ela tem que ter mobilidade. É quem é usuário final, poderá acessar tanto do ponto de vista de depósito ou saque a qualquer tempo sem nenhum custo. Porque é uma legislação a parte, uma legislação típica da caderneta de poupança", ressalta o economista Reinaldo Cafeo.

Bueno! O presente chasque foi publicado no sítio TN Temmais (SP), no dia 11 de novembro de 2010 - http://tn.temmais.com/

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Consulta ao sexto lote do Imposto de Renda tchê espera.....

Bueno! Amanhã, a partir das 9h, o vivente já poderá abrir a porteira do sítio da Receita Federal - http://www.receita.fazenda.gov.br/,  para a consulta do sexto lote da devolução do Imposto de Renda Pessoa Física. E os valores serão creditados em conta corrente no próximo dia 16 de novembro, na conta informada na própria declaração de rendimentos. 

Mais informações o vivente poderá obter lendo o chasque abaixo, que tem como fonte o portal (jornal) virtual Ricardo Orlandini - http://www.ricardoorlandini.net/:

Contribuinte poderá consultar terça-feira o sexto lote de restituições do IR

Brasília - A Receita Federal do Brasil abre na próxima terça-feira (9), às 9h, a consulta ao sexto lote multiexercício de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física. Para saber se terá a restituição liberada o contribuinte poderá acessar a página da Receita na internet ou ligar para 146. É preciso informar o número do CPF ao fazer a consulta.


No dia 16 de novembro de 2010, serão creditadas, simultaneamente, as restituições referentes ao exercício de 2010 (ano-base 2009) residuais de 2009 (ano-base 2008) e de 2008 (ano-base 2007). O depósito bancário será feito para 558.809 contribuintes com imposto a restituir, no montante total de R$ 749.895.285,10.

Para o exercício de 2010, serão creditadas restituições para 418.694 contribuintes com imposto a restituir, totalizando R$ 601.264.818,93, já acrescidos da taxa Selic de 5,95% (período de maio a novembro de 2010).

Com relação ao lote residual do exercício de 2009, serão creditadas restituições para 103.812 contribuintes, no total de R$ 107.472.425,33, atualizados pela taxa Selic de 14,41% (de maio de 2009 a novembro de 2010).

No lote residual do exercício de 2008, serão creditadas restituições para 36.303 contribuintes, no total de R$ 41.158.040,84, também atualizados pela taxa Selic de 26,48% (período de maio de 2008 a novembro de 2010).

Segundo a Receita Federal, estão contemplados nesse lote de restituição os contribuintes idosos que não têm pendências nas declarações. Os pagamentos dos demais contribuintes foram priorizados de acordo com a data da última declaração entregue do respectivo exercício.

Os valores estarão disponíveis no Banco do Brasil (BB). O contribuinte poderá ir a qualquer agência do banco ou ligar para a Central de Atendimento BB – 4004-0001 (capitais – clientes do Banco do Brasil), 0800-729-0001 (demais localidades - clientes do Banco do Brasil), 0800-729-0722 (capitais e demais localidades – clientes e não clientes do Banco do Brasil) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos) – para agendar o crédito em conta-corrente ou de poupança em seu nome, em qualquer instituição financeira.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, disponível na internet. Caso não concorde com o valor da restituição, o contribuinte poderá receber o montante disponível no banco e pedir a diferença na unidade local da Receita. Fonte! Agência Brasil

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Tradicionalismo Gaúcho! Coluna Tradição e Cultura do dia 05/11/10

Bueno! Boleio a perna pra te dar um oh de casa e te alcançar um mate....! E te deixar a porteira aberta para te inteirares o que temos na coluna Tradição e Cultura, que circula no Jornal A Semana de Alvorada - 1ª RT do RS, na edição de HOJE.

E hoje estamos trazendo a coluna postada no sítio MUNDO GAÚCHO, do grande parceiro J. K. Marinho e para acessá-la. abra a porteira clicando em http://mundogaucho.blogspot.com/2010/11/tradicao-cultura.html

Baita abraço e tenham todos um ótimo final de semana!

Valdemar Engroff - o gaúcho taura!

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Bueno! Esta será a última postagem...!

Bueno! Boleio a perna pra te dar um oh de casa e estou aqui para dar a última proseada NESTE MÊS DE OUTUBRO.

Ocorre que hoje é sexta-feira, é final de tarde e como o computador do meu rancho (residência) deu pau (estragou), novas postagens sobre finanças e a coluna Tradição e Cultura, somente acontecerão em novembro. E como neste domingo estarei de aniversário, ganharei de presente ........... um (a) presidente (a) do Brasil.

Mas para não deixar de falar de finanças, me ocorreu que, antes do estouro da crise financeira mundial de 2008, fiz um curso rápido (básico) sobre investimentos em ações em Porto Alegre (foi meu primeiro contato com este assunto). E a frase que me marcou, dita pelo professor foi mais ou menos assim: "de 100 diminua a sua idade; o resultado será o percentual que poderá ser investido, com segurança e no longo prazo, em renda variável". E como entro na casa dos 52 anos, poderei investir em renda variável (ações) 48% do meu balaio de investimentos. Hoje estou na casa dos 20% (apenas e por enquanto num clube de investimentos).

Eleições! É a festa da democracia em nosso país. Para muitos, modelo para o mundo democrático (urnas eletrônicas). Vamos fazer a nossa parte votando neste domingo, dia 31 de outubro em todo país para presidente (ou presidenta) e em alguns Estados para governador.

Estou saíndo de feriado. Volto à lida somente no dia 3 de novembro - na próxima quarta-feira.

Tradicionalismo Gaúcho! Coluna Tradição e Cultura do dia 29/10/10

Bueno! Boleio a perna e te convido para cevar um mate a preceito, pois estamos chegando a galope com a coluna TRADIÇÃO E CULTURA, que está nas páginas da edição de HOJE (29 de outubro) do Jornal A Semana de Alvorada (RS).


E hoje o vivente poderá lê-la abrindo a cancela para entrar no sítio do grande parceiro, a loja Q'TAL TCHÊ PILCHAS. Abra a porteira clicando em http://qtaltchepilchas.blogspot.com/2010/10/tradicao-cultura-alvorada-capital-da_27.html

domingo, 24 de outubro de 2010

Atitude 33! Agir como um CTG ou como uma Sociedade Anônima?

Bueno! Boleio a perna para mais um dedo de prosa com os gaúchos de todas as querências bem como com os brasileiros em geral.

 Vamos comparar um CTG com uma S/A. E ver o que dá para levar para a vida pessoal. Te alcanço a cuia de mate e vamos lá:

Templo sagrado ao culto às tradições Gaúchas: galpão do CTG Amaranto Pereira - Alvorada/RS

1 - CTG! Os tradicionalistas do meu Rio Grande do Sul e do Brasil sabem o que significa. Aos não tradicionalistas, CTG é a sigla de Centro de Tradições Gaúchas, sendo o templo sagrado do culto às tradições gaúchas, não importando em qual querência (Estado ou cidade) isto aconteça. Há muito tempo a tradição gaúcha crusou o Rio Mambituba (divisa do Rio Grande do Sul com Santa Catarina, na cidade praiana de Torres) e ganhou o Brasil. E onde tem tradição gaúcha, nasce a sociedade tradicionalista. Por isso temos estas sociedades espalhadas pelo país, em especial em Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Planalto Central (DF), no Norte, Nordeste e Centro Oeste. E isto já aconteceu faz tempo, fora do país, como na América do Norte, Europa e Ásia.

 O CTG e demais sociedades com denominações semelhantes, mas com o mesmo objetivo, são as células iniciais do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), que aqui podemos denominar de Federação (em nível de Estado). Assim existe o MTG do Rio Grande do Sul, onde tudo começou. Além disso, no país temos o MTG de Santa Catarina, do Paraná, de São Paulo, do Rio de Janeiro, do Nordeste (União Gaúcha Tradicionalista do Nordeste), do Mato Grosso, do Mato Grosso do Sul, do Planalto Central e da Amazônia. A estas federações estão filiados os CTGs dos seus respectivos Estados. Além disto temos a Confederação Brasileira da Tradição Gaúcha (CBTG), onde estas federações estaduais estão vinculadas em nível nacional.

 O CTG, a nível regional se reporta à Região Tradicionalista (no RS são trinta regiões) e a nível estadual, à sua federação, onde segue regras, regulamentos, crenças e valores do tradicionalismo gaúcho.

Mas em termos legais de direito, estas sociedades estão amparadas pelo Código Civil Brasileiro e são denominadas como sendo entidade cívicas, que se mantém sem fins lucrativos, sendo associativas, dedicadas à preservação, resgate e desenvolvimento da cultura gaúcha, com destaque para o nativismo, civismo, cultura regional, literatura, a parte artísica, folclórica e campeira do Rio Grande do Sul. Resumindo, o CTG é uma pessoa jurídica, com CNPJ próprio, sem fins lucrativos, como são as demais entidades de outros gêneros culturais, como as escolas de samba, clubes sociais e esportivos, etc.



2 - S/A - Sociedade anônima é a companhia de capital dividido em ações, e a responsabilidade dos sócios ou acionistas é limitada ao preço de emissão das ações subscritas ou adquiridas (art.1º da Lei das S/A), cujo capital é dividido em ações ou fração, sendo este capital limitado no preço da emissão destas ações.

Diferente de um CTG, a caracterísitica principal de uma Sociedade Anônima é que elas visam lucro, que é o objetivo do vivente se associar numa destas empresas, ou via bolsa de valores comprando ações (quando a sociedade é de capital aberto) ou as que não negociam suas ações na bolsa de valores, sendo estas, empresas de menor porte, geralmente com número inferior a vinte acionistas (as de capital fechado)

 3 - Que atitude a tomar? O que levar para a vida pessoal? Que lição levar para oa futuro?
Família tradicionalista com a educação financeira na ponta dos cascos....

Bueno! Em torno de 95% do universo populacional economicamente ativo deste país, age como um CTG, escola de samba, clube social, esportivo, etc, ou seja, AGEM como uma SOCIEADADE SEM FINS LUCRATIVOS. São estas pessoas que ainda não despertaram para a educação financeira. Não tem um orçamento doméstico, não tem um controle orçamentário diário/mensal. São estas pessoas que compram compulsivamente, se endividam, não progridem financeiramente, vão penar e passar necessidades na velhice e o que é pior, vão culpar o azar, a falta de sorte e até o governo e vivem se queixando....


 No entanto, os que descobriram a educação financeira, se destacam e agem como uma Sociedade Anônima, pois agem como estas empresas que VISAM O LUCRO. Estas pessoas tem o seu orçamento financeiro doméstico diário/mensal. Sempre, antes de pagar os outros, se pagam sempre em primeiro lugar, ou seja, APLICAM com foco parte dos seus ganhos visando a compra de sonhos (à vista e com descontos), que pode ser o carro novo, a casa própria, a viagem dos sonhos, etc, ou a faculdade dos filhos, a própria aposentadoria complementar, dos filhos e até dos netos. São estas pessoas que programam a sua aposentadoria com produtos de previdência privada, ações em bolsa de valores, imóveis que vão gerar renda, etc, pois não vão depender somente do INSS (leia-se: Isso Nunca Será Suficiente), fazendo com que também não dependam na velhice da boa vontade dos filhos e dos genros/noras.

 Bueno! Aos tradicionalistas do meu Rio Grande do Sul e do país, este peão sugere que continuem militando no tradicionalismo gaúcho, fazendo parte das sociedades tradicionalistas, seguindo os preceitos culturais, sociais e cívicos que esta sociedade proporciona aos seus participantes, mas se fazem parte dos 95% dos viventes que NÃO TEM educação financeira, que dêem uma guinada de 360 graus na sua vida e se preparem para o futuro, pra quando a sua aposentaria chegar, nem que para isso faltem trinta anos ou mais, pois, quanto antes o vivente começar a se preparar, menos cobres (dinheiro) vai tirar do bolso da bombacha mensalmente.

Aos demais que vem periodicamente tomar um mate neste sítio, não sendo tradicionalistas, sugere-se a mesma coisa: educação financeira, uma guinada de 360 graus em sua vida financeira visando o futuro pra quando a aposentadoria chegar, com tranquilidade!

Fonte retrato Sociedade Anônima: www.dooutroladodomuro.blogs.sapo.pt.

 Baita abraço

 Tenham todos um bom domingo e uma ótima semana

 Valdemar Engroff - o gaúcho taura!!!!

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Coluna Tradição e Cultura do Jornal A Semana: 22/10/10

Bueno! Boleio a perna e te convido para cevar um mate a preceito, pois estamos chegando a galope com a coluna TRADIÇÃO E CULTURA, que está nas páginas da edição de hoje (22 de outubro) do Jornal A Semana de Alvorada (RS).

 

E como sempre fizemos, mostramos o caminho, a picada para ser seguida e hoje o vivente poderá ler a mesmo no Sítio  Prosa Galponeira, que é um dos nossos parceiros. E para dar vaza à leitura, é só abrir a porteira clicando em http://prosagalponeira.blogspot.com/2010/10/coluna-tradicao-e-cultura-j-semana-de_20.html.

Baita abraço

Valdemar Engroff - o gaúcho taura

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Atitude 32! Poupança perde na corrida de cancha reta!

Bueno! Uma das datas mais esperados pelas crianças é o dia dedicado a elas e é também uma das datas mais "comemoradas" pelo comércio, devido às vendas de brinquedos e outros artigos direcionadas a elas. O Dia da Criança já passou (para a grande maioria, agora sobram carnês para pagar) mas em seguida, outra data que vende muito, tanto para as crianças bem como para os adultos é o natal (que está bem próximo).

Fazer uma virada e dar de presente a elas produtos financeiros é uma questão cultural praticamente inexistente em nosso país. É praticamente um paradigma a ser quebrado - não pela criançada mas por nós os adultos, pois hoje, a maioria compra os presentes na véspera, sem poder barganhar descontos, no cartão de crédito (no famigerado em dez vezes sem juros) e muitas vezes, fazendo parte do altíssimo percentual de peões e prendas que estão endividados.

Todo mundo sabe que o investimento "feijão com arroz" é a caderneta de poupança e é o investimento mais fácil para abrir numa agência bancária e não envolve tributos. Mas ela não é muito atrativa devido ao baixo rendimento. Ela tem o seu valor se o vivente levar em conta a mágica dos juros compostos.

Mas como esta mágica não é levada em conta, devido à ausência da educação financeira, como se diz nos galpões dos CTGs (Centros de Tradições Gaúchas), a tradicional poupança está perdendo na corrida de cancha reta para outros investimentos, pois estão se disseminando num crescimento vertiginoso em aberturas de contas e volume financeiro, a previdência privada e até aplicações em ações (onde a educação financeira já chegou) direcionadas aos pequenos.

As minhas duas filhas (de 20 e 13 anos respectivamente) têm caderneta de poupança e previdência privada (VGBL) - ambas com contas recentes. Eu e a esposa temos as nossas reservas de emergência (ainda muito aquém do que seria o ideal) somente na velha e tradicional caderneta de poupança.

Bueno! Recomendo um chasque, que é louco de bueno e louco de especial, que trata do assunto acima citado com riqueza de detalhes, publicado no Sítio O Tempo Online, cujo título é "POUPANÇA PERDE PREFERÊNCIA". Para lê-lo, basta abrir a porteira clicando em http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=152117

Baita abraço

Valdemar Engroff - o gaúcho taura!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Atitude 31! O Fator Previdenciário tem Efeito Relativo

Bueno! Todos sabem que, depois que tu entras na casa dos 50 anos de vida e quando a natureza "pinta" os teus cabelos, começando pelas imediações das orelhas, com "luzes, reflexos, mechas, tintas" naturais é claro, deixando-os brancos aos poucos, como é o meu caso, a pergunta é constante: já estás aposentado????.

Aí os argumentos e contra-argumentos pipocam e apesar dos brancos dos meus cabelos, a idade não permite a aposentadoria e mesmo se permitisse, o fator previdenciário ficaria com boa parte desta aposentadoria oficial (e a aposentadoria complementar está apenas a caminho...)

Mas o chasque (matéria) abaixo me chamou atenção, pois, pra mim, dentro da Educação Financeira, é um estágio à frente desta. Eu (falo por mim), neste momento não encararia esta proposta que este chasque argumenta: aposentar-se, apesar de fator previdenciário e continuar trabalhando; pegar esta aposentadoria e aplicar decididamente 100% no mercado financeiro (sugerindo a compra de uma previdência privada), pois vejo como risco, na hora de enxugar o quadro funcional de uma empresa, geralmente entram em primeiro lugar os aposentados a ser demitidos e depois, os de salários mais altos.

Mas é interessante o vivente ler o chasque abaixo (e tirar suas próprias conclusões), que foi publicado no sítio do MURAL DA AAPERGS (Associação dos Aposentados e Pensionistas Eletricitários do Rio Grande do Sul), no dia 13 de outubro de 2010. O sítio é muito interessante. Para conhecer, abra a porteira clicando em http://mural.aapergs.com.br/.

O Fator Previdenciário tem Efeito Relativo

Especialistas acreditam que o fator previdenciário não resolve o descompasso entre receitas e despesas do sistema público de previdência. Especializado em previdência, o atuário Newton Conde diz que o fator não tem adiado as aposentadorias por tempo de serviço. “A maior parte das pessoas não espera atingir a idade em que elas teriam direito ao valor integral da aposentadoria “, explica. Elas preferem, segundo ele, se aposentar antes, assim que completam o tempo de contribuição necessário. E isso vale para todas as faixas de valor de benefício.

Para as faixas de renda mais baixa, próxima ao salário mínimo, o fator não faz diferença, já que o piso da aposentadoria é o próprio salário mínimo.

“Na verdade a aposentadoria da previdência pública é tratada pelas pessoas como renda complementar e não como aposentadoria”, diz Conde. “A pessoa se aposenta e continua a trabalhar. O ganho imediato gerado pela renda complementar costuma despertar mais interesse do que a expectativa de esperar para receber da previdência um valor maior.” Isso faz com que pessoas com renda maior que a do salário mínimo, com contribuições que poderiam gerar aposentadorias integrais entre R$ 1 mil e R$ 2 mil, por exemplo, também não tenham intenção de esperar um tempo maior.

Para Conde, nem mesmo para os trabalhadores de renda mais alta, que teriam direito ao valor do teto da aposentadoria, vale esperar mais. Segundo o atuário, em todos os casos práticos que analisou, a alternativa de antecipar o recebimento da aposentadoria é mais vantajosa.

O atuário exemplifica com um homem atualmente com 57 anos de idade, que contribui desde os 20. Para receber o benefício no INSS pelo teto ele teria que esperar até os 61 anos, em 2014. Mas ele decidiu antecipar a solicitação aos 56 anos, guardar sua aposentadoria em uma poupança e comprar uma renda na previdência privada quando atingir os 61 anos. O benefício do INSS que ele teria se pedisse a aposentadoria aos 61 anos seria, a valores atuais , de R$ 3.467,40. Optando por solicitar o benefício hoje, aos 56 anos, a aposentadoria é de R$ 2.510,00. A poupança que ele teria se guardasse os valores nos próximos anos, até os 61 de idade, seria de R$ 196.506,00. Com o montante, o benefício que compraria aos 61 anos na previdência privada seria de R$ 840,00. Somando o benefício do INSS mais o da previdência privada que passará a ter a partir dos 61 anos de idade, esse aposentado passará a receber daqui cinco anos R$ 3.891,00 ao mês. O valor é maior que o da aposentadoria integral de R$ 3.467,40. “São 12% a mais. No INSS o aposentado fica sujeito ao teto e a conjugação entre INSS e previdência privada não tem essa restrição.” (Valor Online)