quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Chasque do "Cariucho" Valmir Gomes!

Buenas meu amigo!

Gosto de ler as suas colunas, eu há muito tempo utilizo uma planilhinha que eu a chamo de "sobra mês"..rsrs. Um amigo lá da empresa, que também é contador, já me deu essa dica de fazer uma Previdência Privada, mas não me imagino ainda aposentando(rssrs), e meu foco hoje é ter o meu próprio rancho e tenho muitas dúvidas quanto a este assunto.

Parabéns pelo 1 ano servindo o povo gaúcho, ops! cariúcho, digo o brasileiro.

Um baita abraço,

Valmir Gomes

----------------------
Bueno! O gaúcho Valmir Gomes nasceu nos pagos do Rio de Janeiro. E o mais importante, nasceu e sempre viveu na cidade maravilhosa. Lá torce pelo Botafogo e faz alguns anos, a cultura do Rio Grande do Sul entrou na sua vida. E é apaixonado por ela, tanto é que, sem ter parentes no Sul, visitou Porto Alegre e importantes cidades gaúchas, em setembro, no auge dos festejos farroupilhas. No Rio Grande torce pelo Internacional.

Valmir, que no Rio luta somente com o cabo do facão defendendo a tradição gaúcha, criou um sítio dos mais buenos, que o vivente poderá visitar. Basta abrir a cancela clicando em http://ocariucho.blogspot.com/.

Eis a resposta que este sítio deu ao amigo Valmir - o Cariucho tradicionalista do Rio de Janeiro:

Prezado Valmir. Gaúcho da pura cepa do Rio... de Janeiro!

Segundo Augusto Sabóia, consultor desta área, que no ano passado deu uma palestra a respeito na Expo Money Porto Alegre, ele foi taxativo: quanto mais cedo tu começas, com menos tu vais iniciar a tua previdência privada. Eu comecei com 40 anos o meu fundo de pensão. E eu comecei atrasado. As minhas filhas, de 20 e 13 anos já estão com a sua previdência privada há mais de dois anos. Quando elas chegarem na minha idade, terão o suficiente em valores desta aposentadoria complementar para viver até o fim dos seus dias.

Portanto amigo Valmir. Não é cedo não. Antigamente se dava pro netinho ou pro filhinho no seu nascimento uma caderneta de poupança. Hoje o presente é uma previdência privada. Faça já a sua. Leia bastante. Comece agora, pois a perspectiva de vivermos mais já é uma realidade e viver mais na pindaíba, na penúria, na miséria, isso não é bom pra ninguém. Nem pro velho, nem pros seus filhos e pros seus netos...

Baita abraço

Valdemar Engroff - o gaúcho taura!