sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Quanto você paga de imposto de renda ao aplicar seu dinheiro?

Bueno! Boleio a perna e trago na mala de garupa um chasque (matéria) que vai ser útil para todos os viventes que investem ou vão ser investidores no futuro, pois sabemos que este é o caminho da multiplicação do teu patrimônio.... São os impostos incidentes a vários produtos financeiros existentes no mercado atualmente.

O Chasque foi publicado no sítio EnsinaIvest por Vinicius Baccili, , no dia 9 de novembro próximo passado - http://www.ensinainvest.com.br/, começando com a tradicional Poupança. Boa leitura!

Poupança

Os investimentos em cadernetas de poupanças são os mais populares entre os brasileiros. A aplicação é de fácil entendimento e pouco burocrática, e paga uma remuneração anual equivalente a 6% mais TR (taxa de referência), o que não é uma renda satisfatória, porém, os riscos são baixíssimos e os lucros são isentos de Imposto de Renda.

Ações

Já o investimento em ações é isento de IR sempre que a soma de todas as ações vendidas em um único mês for inferior a R$ 20.000. Essa medida é favorável aos pequenos investidores como um incentivo à aplicação em Bolsa de Valores. Quando a soma das ações vendidas for superior a R$ 20.000 em um mês, o lucro líquido das operações será tributado em 15% e 20% para operações de Day Trade (compra e venda de ativos no mesmo dia, recolhidos mensalmente em ambas as operações.

Ouro

A pessoa física que optar por investir seu dinheiro em ouro, poderá fazê-lo de duas maneiras. A primeira exige cadastro em uma corretora e o investidor não recebe as barras em mãos, já que são negociados apenas os contratos do metal, que ficam sob cuidados de uma custodiante. Ao ser negociado como ativo financeiro, o ganho de capital do ouro é isento de Imposto de Renda sempre que o valor total de venda dos contratos não superar R$ 20.000 em um único mês, ou seja, a mesma regra usada no mercado de ações.

A segunda maneira de se investir em ouro é no mercado de balcão, em que o comprador também é detentor do metal e não é isento do pagamento do IR.

Imóveis

Para quem prefere investir em imóveis e aluga um imóvel, terá que pagar à Receita Federal até 27,5% do lucro obtido em Imposto de Renda. Porém, caso o investidor decida aplicar seu dinheiro em um fundo imobiliário, é isento de imposto de Renda desde que nenhum investidor tenha custódia de mais de 10% das quotas do fundo, o número total de quotistas seja superior a 50 pessoas e que as quotas devem ser negociadas exclusivamente na Bovespa ou no mercado de balcão organizado.

Vinicius Baccili