terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Atitude 39! Mateada na Expo Money Porto Alegre!

Bueno! Boleio a perna pra te dar um "oh de casa" e te convido para um dedo de prosa e para tomar um mate a preceito, pois estou chegando com as impressões a respeito do maior evento de educação financeira que é realizado no país. O mesmo é realizado ao longo do ano nas principais capitais do Brasil e o encerramento do mesmo foi aqui no Rio Grande do Sul, com a sua realização nos dias 1 e 2 de dezembro, no Centro de Eventos da PUC/RS.

O evento abordou diversos temas com enfoque financeiro, tendo ao todo em torno de 50 palestras, que eram distribuídas em quatro salas. As mesmas eram proferidas de forma simultânea.

No primeiro dia consegui matear em quatro palestras e como estou na fase inicial em termos de investimentos e aprendizagem, onde, a partir de 2008 comecei a fazer controles da minha vida financeira e da minha família, este ano ainda assisti as denominadas palestras para iniciantes (básicas). Eis algumas considerações:

1 - Conheci o mega investidor Lírio Parisotto, um ex agricultor e ex pobre (aos 26 anos) como ele mesmo diz. Gaúcho de Nova Bassano, fundador da Videolar de Caxias do Sul, na sua palestra teceu comentários a respeito da sua caminhada na bolsa de valores, desde os anos 1970. Não lhe faltou persistência pois perdeu tudo em duas oportunidades no mercado acionário, quando comprava na alta e vendia no auge da crise (na baixa). Depois começou a comprar na baixa e vender na alta, que é uma das principais regras para enriquecer no mercado de ações.

2 - Uma aula no sentido amplo da palavra, foi a palestra proferida por Cristiano Nemer, da Itaú Corretora, onde comentou da perspectiva de, no final deste ano, a bolsa atingir, apesar das crises localizadas na Europa, os 85 mil pontos, baseando-se na análise fundamentalista e considerando-se as sessenta ações mais negociadas na Bovespa. Além disso teceu comentários e citou as principais diferenças das análises fundamentalista e gráfica.

3 - Uma visão macro sobre demografia, qualidade de vida, envelhecimento da população, crescimento econômico em países de primeiro mundo e emergentes, foi a tônica da palestra proferida pelo ex secretário da fazenda do Rio Grande do Sul Aod Cunha de Moraes Jr . Na mesma palestra, Débora Morsch, da Corretora Solidus, deu ênfase aos produtos do mercado acionário, tais como fundo de ações, clube de investimentos e compra direto de ações via home broker.

4 - O economista e escritor gaúcho Everton Lopes falou sobre a Qualidade de Vida Financeira com Qualquer Renda, visando o seu bem estar, principalmente na terceira idade, quando a aposentadoria pedir passagem.... A desenvoltura do palestrante com a sua didática contagiou todos os participantes. Deu diversos exemplos comparativos com o tamanho da renda do vivente e o tamanho do investimento possível e deu dicas para não entrar em endividamentos, colapsos financeiros e começar a investir pensando no seu futuro e da sua família.

Bueno! No dia 2 consegui participar e matear em outras quatro palestras, com destaque para as seguintes observações:

1 - Como organizar a sua vida financeira foi o tema da palestra proferida por Ângelo Larozi, da Investeducar, que, com uma didática das mais buenas mostrou os caminhos para não ter problemas financeiros em sua vida, tais como: não emprestar seu nome, não comprar por impulso, não comprar sem pesquisar e não comprar sem ler os contratos. Para estes itens, segundo ele, o crédito é o vilão. Além disso deu diversos exemplos de investimentos e fez comparações, desde "guardar dinheiro no colchão" até aplicações em ações. Para ele, "investir é multiplicar a suas reservas financeiras".

2 -  O tema Previdência Privada foi abordado por Arizoly R. Pinto, da Brasilprev, que deu ênfase ao preparo do peão e da prenda para entrar na terceira idade. E não faz sentido entrar na terceira idade somente com os cobres da aposentadoria do INSS. Por isso tocou muito no assunto, onde mencionou que "preparar-se para entrar bem financeiramente na terceira idade, começa na primeira, com a formação de reservas", e uma das vias é a previdência complementar. Comentou citando as diferenças dos planos (PGBL x VGBL), suas vantagens e desvantagens, bem como as taxas administrativas e de carregamento.

3 - A Bovespa trouxe para o evento o palestrante Luiz F. R. Leitão, que abordou o tema Como Investir em Ações. Conseguiu-se conhecer um pouco mais a maior bolsa de valores da América Latina e no assunto "ações" citou os diversos tipos de ações que são negociados. Deu dicas na elaboração de carteiras para o futuro investidor e além disso comentou sobre os demais produtos da bolsa: clubes de investimentos, fundos de ações, tesouro direto e a compra direta de ações via corretora ou via computador.

MONEY MULHER

Bueno! Esta foi uma das novidades deste ano. Eram mini palestras, de 30 a 40 minutos, onde as prendas assistiam de cadeira (e a peonada podia assistir de pé). Diversos assuntos financeiros, direcionados especificamente para as mulheres eram abordados, tais como: as leis do dinheiro para as mulheres, as armadilhas do consumo, histórias de investidoras, a dieta do bolso, o amadurecimento da mulher independente, o caminho da mulher rumo aos investimentos, etc.

CLÍNICA FINANCEIRA

Bueno! Ano passado foi a minha primeira participação na Expo Money e nesta oportunidade não me interessei em participar da clínica financeira. Mas nesta ano, tive o intuito de participar para ver como estou com o meu próprio desempenho em relação aos controles financeiros e invetimentos. Tomei um mate com o planejador financeiro Bruno Amaral Azevedo. E como eu não faço parte dos 99% dos que procuram a clínica para sair da delicada situação de dívidas e/ou falta de controle de orçamentos domésticos, Bruno projetou a minha situação para fins de aposentadoria. E pelos seus cálculos, vou ter que ser um pouco mais arrojado nas minhas aplicações, pois comecei a fazer a minha reserva aos 40 anos (fundo de pensão) e aos 50 anos com outros pequenos investimentos.

PALESTRAS PERDIDAS

Bueno! Na Expo Money do ano passado, assisti uma palestra proferida por Gustavo Cerbasi. Mas este ano eu senti a sua ausência no evento. Ele é autor de diversos livros, entre os quais "Casais Inteligentes Enriquecem Juntos". Além disso, como não se consegue participar de todas as palestras, muitas vezes temos que optar entre um tema e outro. E foi por optar por outros temas que perdi as palestras do consultor Augusto Saboya, que abordou  "Pare de Economizar.... Planejar Tudo dá Mais Certo" e " Planejamento Financeiro para a Aposentadoria". Também perdi o tema "Como Investir no Tesouro Direto".

CONCLUSÃO E INVESTIMENTOS

Bueno! É a segunda vez que me dou de presente este evento e muitas lições eu levo desde o ano passado para a minha vida pessoal e para as minhas três prendas (esposa e filhas). E aqui eu tento repassar as minhas impressões para todos os que vem aqui tomar um mate.

No ano passado o evento começou pela parte da manhã. E não se tinha muita opção em termos de alimentação. Além da lancheria dentro do complexo, tinha um restaurante com os preços muito salgados (caros). Mas era a única opção de almoço dentro do complexo. Mas este ano o evento iniciou nos dois dias lá pelas 13h30min. Então o vivente já tinha almoçado (fora do complexo) e nestes dois dias só tive a despesa do estacionamento: R$ 17,50 no primeiro dia e R$ 14,10 no segundo.