terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Ousadia traz ganhos para os investidores

Mais alguns dias e o ano de 2010 ficará para trás, podendo ser lembrado como o ano em que a poupança teve o pior rendimento no período em que Lula foi presidente da República. A inflação mais alta corroeu parte dos ganhos dos poupadores que optaram pela aplicação. Nesse ambiente, ganhou o investidor considerado mais ousado, que colocou seu dinheiro na Bolsa de Valores e também os que preferiram os fundos de renda fixa que, apesar de descontos da taxa de administração e do Imposto de Renda, tiveram bons rendimentos.

Os rendimentos dos poupadores foram corroídos pela inflação em 2010

Para o economista e professor da PUCRS Alfredo Meneghetti quem apostou no mercado acionário obteve ganhos razoáveis, já que a Bolsa vem apresentando variação positiva de 14%. "Quem aplicou com visão no longo prazo, certamente obteve ganhos, já que houve a valorização da Bolsa, mesmo com a volatilidade, em alguns momentos", observa.

Sócio do Banco de Investimento Geração Futuro, Wagner Salaverry entende diferente. Para ele, a Bolsa foi prejudicada pelo desempenho da Petrobras - o destaque negativo do mercado. Em compensação, os que optaram pelos fundos de renda fixa tiveram ganhos. A rentabilidade de 0,535% observada na poupança em novembro, descontados os efeitos da inflação, se transformou em perda de poder aquisitivo de -0,29% para o poupador, estima a consultoria paulista Economática, que calcula a rentabilidade mensal da poupança.

O resultado de novembro foi o quarto pior desempenho do período desde janeiro de 2003. O Banco Central divulgou que as cadernetas de poupança registraram depósitos de R$ 101,337 bilhões em novembro, enquanto as retiradas somaram R$ 97,321 bilhões. No ano, a captação líquida da poupança soma R$ 28,306 bilhões. Para especialistas, enquanto os juros não baixarem, a poupança não será uma aplicação atrativa, pois o juro elevado impacta nos rendimentos dos fundos de renda fixa dos bancos.

Diante deste cenário, é provável que a poupança encerre o ano com pior retorno ante 2009. A variação da poupança no ano deverá ficar próximo a 6,5% e para muitos permanece entre as opções seguras de investimento.

Fonte! Chasque publicado na edição do dia 12 de dezembro de 2010, do Correio do Povo de Porto Alegre - RS. Créditos do retrato: Camila Domingues / Correio do Povo Memória - http://www.correiodopovo.com.br/.