quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Tchê! Será que é verdade?????????

Bueno! Te convido para leres o chasque abaixo. Se for verdade, algumas instituições financeiras estão brincando com os seus clientes, apesar de eu concordar que, a caderneta de poupança não deva ser usada tal qual uma conta-corrente, com vários saques ao longo do mês. Mas acho a medida antipática, por tudo que ela possa representar para esta, que ao longo dos anos sempre foi a menina dos olhos dos investidores brasileiros de baixa renda e o sustentáculo financeiro (junto com os recursos do Fundo de Garantia) da construção civil, dos investimentos imobiliários deste país!

Bancos mudam sistema de funcionamento da caderneta de poupança

E muitos poupadores foram pegos de surpresa

O poupador foi pego de surpresa. Sem muito alarde, alguns bancos mudaram o sistema de funcionamento da caderneta de poupança e, agora, os saques estão limitados. Maria de Jesus Souza já não sabe mais quantas vezes pode sacar sem correr o risco de perder os benefícios da poupança.

A produção da TV Tem pesquisou vários bancos e constatou a irregularidade. Em uma gravação, o gerente explica a nova regra aplicada pelas agências.

Funcionário do banco: "Na caderneta de poupança você pode fazer apenas um saque ao mês. E depósito o senhor pode fazer normalmente. Só os saques que não. Ganha um cartão. Pode usar ele como débito, mas a gente pede para não utilizar como conta convencional"

Ele diz ainda que as contas são monitoradas e faz um alerta para quem fizer mais de um saque mensal da poupança.

Funcionário do banco: "Consta para o nosso gerente que a conta está sendo utilizada como conta corrente. Aí, nosso gerente, irá ligar para o senhor comparecer a agência para verificar o que está acontecendo"

Ainda segundo o gerente, quem não cumprir a exigência tem a conta poupança transformada em conta corrente, com cobrança de tarifas. A medida contraria uma norma do banco central que regulamenta as cadernetas de poupança.

Segundo o Conselho Monetário Nacional, os bancos devem fornecer cartão com função movimentação, realizar até dois saques por mês, nos caixas ou nos terminais de auto-atendimento, autorizar até duas transferências para conta de depósito de mesma titularidade, fornecer até dois extratos com a movimentação do mês, além de disponibilizar consultas pela internet, mas poucos poupadores conhecem esses direitos.

De janeiro até agora, o Procon em São Paulo registrou quase 12 mil reclamações contra os bancos. A maioria por cobrança indevida e descumprimento de contrato. Mas o poupador que se sentir prejudicado pode procurar o órgão de defesa do consumidor.

"o consumidor deverá entrar em contato com a instituição financeira, caso a instituição financeira não proceda, o cancelamento da cobrança e a restituição dos valores, poderá efetuar a reclamação junto ao Procon", orienta Rodrigo Noronha, supervisor do Procon.

No Brasil existem mais de 90 milhões de poupadores em caderneta de poupança. Investidores que escolhem essa modalidade pela facilidade de movimentação da conta.

"Ela tem que ter mobilidade. É quem é usuário final, poderá acessar tanto do ponto de vista de depósito ou saque a qualquer tempo sem nenhum custo. Porque é uma legislação a parte, uma legislação típica da caderneta de poupança", ressalta o economista Reinaldo Cafeo.

Bueno! O presente chasque foi publicado no sítio TN Temmais (SP), no dia 11 de novembro de 2010 - http://tn.temmais.com/