segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

FGTS pode ser investido em março

São Paulo - Investimento em infraestrutura pode ser a saída para quem pretende obter mais rentabilidade nos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A alternativa deve estar disponível para o trabalhador a partir de março, quando está prevista a regulamentação do Fundo de Investimento em Cotas (FIC-FGTS), administrado pela Caixa Econômica Federal.

Por meio do FIC, o trabalhador poderá participar do Fundo de Investimento (FI-FGTS), que aplica recursos do Fundo em energia, rodovias, portos, ferrovias, hidrovias e saneamento. Em 2009, o FI obteve rendimento de 9%, bem acima dos 3,9% obtidos pela remuneração do FGTS. A aplicação será limitada a 30% do saldo do trabalhador e terá carência de um ano para resgate. Durante esse período, o dinheiro investido não poderá ser resgatado, nem nos casos previstos para saque do FGTS, como demissão e compra da casa própria. Se o Fundo der prejuízo, o trabalhador vai arcar com as perdas e não poderá resgatar o dinheiro antes do prazo mínimo previsto. Ao contrário do FGTS, que assegura 3% de ganho ao ano, o FIC não terá rentabilidade garantida. Apesar do risco, o presidente do Instituto FGTS Fácil, Mario Avelino, acredita que a aplicação compensa. "Na minha opinião, o risco é praticamente nulo", disse Avelino. Ele projeta um rendimento de 10% para o FI-FGTS nos próximos anos.

Fonte! Chasque publicado no Correio do Povo de Porto Alegre - RS. Edição do dia 18 de janeiro de 2010 - http://www.correiodopovo.com.br/.