segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

DETALHES IMPRESCINDÍVEIS PARA PATRÕES E COORDENADORES

Ao assumirem os cargos, os novos dirigentes enfrentam uma maratona de descobertas. Para facilitar o trabalho, Rogério Bastos relaciona alguns itens fundamentais.

As Regiões Tradicionalistas e as entidades devem estar atentas:
- Devem apresentar a Declaração de Imposto de Renda até abril ou maio de cada ano;
- Anualmente, até março, devem declarar a RAIS;
- Sempre que assumir um novo Patrão ou um novo Coordenador, avisar a Receita Federal, através da Ata de Posse registrada em Cartório de Pessoas Jurídicas
- Manter em dia as negativas de Federais, Estaduais e Municipais;
- Possuir uma conta bancária em nome da entidade com duas assinaturas (patrão ou coordenador) e tesoureiro;
- Coordenadorias deverão encaminhar relatório financeiro semestral ao MTG, conforme modelo enviado a elas (meses de agosto e março)
- Realizar eleições regionais até o primeiro final de semana de dezembro (as entidades, conforme rezam os estatutos);
- ECAD para as entidades: é obrigatório o pagamento e evita aborrecimentos. Mais informações pelo sítio http://www.ecad.com.br/;
- Crie um calendário de eventos para que suas atividades não coincidam com os eventos das entidades mais próximas ou, até mesmo, da Região;
- Esteja atento também para a Lista Destaque, cartão Tradicionalista e Seguro de Rodeios.

Fonte! Chasque de autoria de Rogério Bastos – Diretor Executivo da Fundação Cultural Gaúcha (FCG) do MTG, publicado no Jornal Eco da Tra-dição, edição de janeiro de 2010.