terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Ações estão atraentes

Saiba como investir. Bolsa de Valores promete crescer mais este ano; Ibovespa deve valorizar de 25% a 30%

A Bolsa de Valores volta a chamar a atenção de investidores, especialmente depois de ultrapassar no dia 4, pela primeira vez em 19 meses, o patamar dos 70 mil pontos.

Ontem, no início do dia, ela chegou a superar a marca de 71 mil pontos. O índice Ibovespa, referência para o mercado brasileiro, encerrou com alta de 0,24%, aos 70.433 pontos e volume financeiro de R$ 6,2 bilhões.

Mas, o que é preciso saber para aplicar o capital em ações?

Primeiro, é imprescindível entender o que é a Bolsa de Valores. Investir em conhecimento. "Aprenda os conceitos básicos do mercado. Faça um bom curso, acesse sites ou leia livros sobre o assunto. O importante é compreender como o mercado se movimenta", disse René Scienza, corretor da Scienza Investimentos.

Depois, é necessário procurar uma corretora de confiança para assessorar as aplicações. “Procure uma empresa autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM)”, explica o corretor.

Ela irá auxiliar na identificação do perfil de investidor mais adequado para o cliente. Scienza explica que existem os mais conservadores, que aplicam com frequência e os resultados são ao longo prazo. Os caçadores de oportunidades de médio prazo têm uma visão mais estrategista do mercado e procuram oportunidades de ganhar dinheiro mais rápido, aplicando em vários tipos de empresas. Já o daytrader, são investidores que compram e vendem os papéis quase todos os dias, aproveitando-se da volatilidade dos preços das ações para fazer lucro rápido.

O próximo passo para entrar no mercado é abrir uma conta numa corretora e praticar.

HISTÓRICO. Após forte crise na segunda metade de 2008, a Bovespa se recuperou em 2009, com a retomada dos IPOs (Initial Public Offer, lançamento de ações das empresas na Bolsa de Valores) e o forte investimento de capital estrangeiro.

"Apesar do mercado brasileiro de ações ter iniciado 2009 abaixo de 38 mil pontos, cresceu 84%, e terminou o ano com a maior valorização do mundo", apontou Scienza.

Segundo ele, o mercado de ações brasileiro está bem perto de recuperar o recorde histórico de 73.516 pontos, atingido em maio de 2008. "Para 2010, a promessa é de mais crescimento em função da queda de juros no Brasil - o que torna menos interessante investimento em renda fixa - e pelas excelentes perspectivas de crescimento econômico do país, o que tornará as empresas brasileiras ainda mais cobiçadas pelos investidores.”

As previsões para o Ibovespa giram em torno de uma valorização 25% a 30%, o que colocaria o índice à vista no patamar dos 80 mil a 89 mil pontos", analisa o especialista.

Fonte! Chasque publicado no galpão virtual da Gazeta de Piracicaba (SP), por Priscilla Peres, no dia 12 de janeiro de 2009 - http://www.gazetadepiracicaba.com.br/