sábado, 2 de janeiro de 2010

Bovespa tem a maior valorização no mundo

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) foi o melhor investimento financeiro de 2009, ano que começou com forte incerteza quanto à capacidade das empresas de gerar lucro durante a crise, mas que termina próximo do recorde histórico obtido em 2008.

No ano, a bolsa subiu 82,66%, a maior alta desde os 97,3% de 2003, primeiro ano do governo Lula e que recuperou as perdas com a turbulência eleitoral de 2002. Passado o pior da crise, o mercado acionário nacional desponta como o de melhor desempenho no mundo, com os principais investidores do planeta de olho no que acontece no Brasil. A Bovespa teve valorização em dólar de 142,7%, à frente de mercados emergentes como Rússia (113,2%), Índia (87,2%) e China (79,2%).

Para o investidor estrangeiro, responsável por dois terços dos negócios na BM&FBovespa, investir na bolsa brasileira rende, além do ganho de 82,7% em moeda local, a variação de 33,9% do real em relação ao dólar, também a maior valorização cambial de todo o planeta.

O bom momento do mercado financeiro brasileiro é atribuído por analistas a uma conjunção de fatores positivos: saída mais rápida da recessão, mercado interno vigoroso, recuperação no preço das commodities e perspectiva de expansão de 5% a 6% em 2010, além da depreciação internacional do dólar americano. Esse último fator estimula os fundos internacionais a comprar ativos reais – como ações, commodities, moedas e imóveis – para se proteger da desvalorização cambial.

Para Fabio Colombo, administrador independente de investimentos, a alta da Bovespa em 2009 decorre ainda de um movimento natural de recuperação de preço das ações, que desceram a patamares muito baixos no fim de 2008.

Fonte! Galpão Virtual do Jornal Zero Hora de Porto Alegre - RS. Edição do dia 31 de dezembro de 2009 e 01 de janeiro de 2010 - www.zerohora.com.br.