quinta-feira, 25 de março de 2010

3 Ilusões dos Iniciantes da Bolsa de Valores

Ao reparar em algumas conversas de entusiastas sobre a Bovespa, acabei notando certos padrões. Aparentemente a maioria dos iniciantes tem algumas “ilusões” em relação ao mercado de ações. E infelizmente muitas dessas ilusões são criadas e alimentadas por pessoas inescrupulosas que tem como único objetivo, o de tirar proveito daqueles sem informações e conhecimentos adequados, que, quando tudo dá errado, ficam sem saber o que aconteceu. E é para esses iniciantes que eu dedico esse artigo (e o próximo) onde aponto 3 “ilusões” ou “mitos” que muitas pessoas tem sobre a bolsa de valores.

1 – É realmente fácil e totalmente possível fazer muito dinheiro desde o começo!

É realmente fácil assim! Basta ter fé! :D

Essa é a pior, e é baseada na esperança e ignorância de muitos traders n00bs que tem expectativas irrealistas ao querer tirar do mercado retornos altos como 80%, 100% todos os anos e consistentemente. O problema é semelhante ao daqueles caras que entram em uma academia de musculação e treinam todos os dias por um curto período de tempo. Quando percebem que não estão ganhando 1kg de músculos por semana, se desanimam, desistem e acabam perdendo tudo que tinham ganhado. Ou intensificam ainda mais os treinos em forma de overtraining, por causa disso, se desgastam desnecessariamente e também acabam perdendo tudo.

O bom especulador tem os pés no chão e não tem pressa. Jesse Livermore já dizia em seu ótimo e totalmente subestimado “How to Trade in Stocks” que na especulação, dinheiro que entra muito rápido, da mesma forma, sai muito rápido pois não é dinheiro saudável originado de um trabalho racional, e sim da sorte. Se um trader de mercadorias e futuros violentamente iludido, fizer 300% em um único mês utilizando uma alavancagem totalmente irresponsável, com certeza mais cedo do que mais tarde, perderá todos os lucros, o capital original e provavelmente ainda ficará devendo.

A lição básica é: Você poderá ganhar se souber manter-se no jogo pelo tempo necessário para que as estatísticas fiquem do seu lado, não tente enriquecer logo, é uma idéia besta e matematicamente irracional. Os únicos que ganharão com isso serão os corretores com as taxas, a Bovespa com os emolumentos, e o governo com os impostos. E outra coisa, o desejo de enriquecer logo pode ser sintoma de alguma necessidade de “tentar aparecer”, logo, não tente ser “O” especulador. O bilionário Hedge Fund Manager Paul Tudor Jones disse uma vez: “Não seja um herói. Não tenha um ego. Sempre questione a si mesmo e a suas habilidades. Nunca pense que você é muito bom. O momento em que pensar, você está morto.”

2 – Leia UM livro de análise técnica e se torne o melhor trader de todos os tempos!

"Segredos Medievais da Especulação na Bolsa de Valores"

Essa é patética. Existem uma porrada enooooooorme de livros sobre a bolsa de valores, a maioria deles são repetições uns dos outros, principalmente os de análise técnica. Para o iniciante comprar um bom livro, ele precisa saber diferenciar os bons dos ruins, porém como ele fará isso sem ter nenhum tipo de conhecimento prévio? Provavelmente acabará comprando um daqueles livros cheios de gráficos que mostram trades que deram 100% certo com títulos bobos e tendenciosos, e ignorando parcial ou totalmente o que realmente importa, position-sizing e psicologia. Agora, os autores desses livros podem argumentar que o objetivo deles é o de ensinar análise técnica apenas. Tudo bem, concordo com eles. Só que aí o infeliz do iniciante acha que análise técnica é a única coisa que ele precisa saber! E pô, o que ele poderia fazer? Perguntar para os amigos o que fazer, que livro comprar, etc. Mas considerando que 95% das pessoas perdem dinheiro na Bovespa e em qualquer outra bolsa de valores, a probabilidade desse amigo ser tão ou mais leigo que o próprio iniciante é imensa. O que estou dizendo é simples: análise técnica é a parte fácil. E mesmo assim é mais difícil do que alguns livros levam a acreditar. Para finalizar, é extremamente improvável alguém fazer dinheiro consistentemente ao longo prazo sabendo apenas mexer com gráficos, indicadores e osciladores. Não é tão fácil (e chato) assim.

3 – Compre o “Really Awesome System for Fast Profits” e fique rico da noite para o dia!

Essa é óbvia demais, quem tem bom senso e o mínimo de sensatez não precisa se preocupar. É aquela velha história: “Se a esmola é demais, o santo desconfia”. O fato é que existem ótimos profissionais por aí oferecendo ótimos produtos sobre a bolsa de valores por aí, em forma de palestras, cursos, work-shops e etc, mas também existem muitos charlatões tentando lucrar com a ignorância alheia. Novamente, o iniciante precisa ser capaz de diferenciar. A melhor forma é simples, apenas preste atenção, o que o produto oferece? E quanto custa? Qualquer livro/curso/seminário que afirma que gastando tal quantia de dinheiro você será capaz de ganhar qualquer coisa acima de 50% por ano está forçando a barra. Não que não seja possível, é sim e acontece com certa frequência, porém estou falando de iniciantes. E não faz sentido esperar que um iniciante “recém-formado” consiga lutar de igual para igual contra os especuladores profissionais e mais experientes.

E outro ponto, se um cara tem um sistema que faz 150%+ ao ano, porque diabos ele está vendendo esse sistema em vez de usá-lo? Porque vendê-lo funciona, agora o sistema em si é inútil. O que mais acontece é que o charlatão, para provar a eficácia de seu “produto mágico” costuma escolher um certo período de tempo onde o sistema funciona maravilhosamente bem, e isso é o suficiente para impressionar os iniciantes porém, se você for utilizar esse mesmo sistema em qualquer outro período de tempo, será que o resultado seria o mesmo? Muito improvável. A regra de ouro é: fique SEMPRE com um pé atrás, principalmente se tem dinheiro envolvido na história para não se arrepender depois…

Continua em breve!

E você? Já teve problemas semelhantes? Conte sua história!

Fonte! Chasque (e retratos) publicado no dia 23 de março de 2010, no galpão virtual Senhor Mercado - http://www.senhormercado.com.br/.