sábado, 24 de maio de 2014

Sobre a corrente "mágica" dos R$ 2,00

Esta semana recebi, mais uma vez, um e-mail falando de um sistema “inteligentíssimo” que gera dividendos de “fantásticos R$ 300 mil ou muito mais" em poucos dias ou meses. Tudo graças à magia da Progressão Geométrica. Uma das variações do mesmo texto pode ser vista neste fórum. Segundo seu autor, que varia de nome a cada correio semelhante que recebo, com um investimento inicial de R$ 12,00, referentes a depósitos individuais de R$ 2,00 em seis contas-correntes informadas no corpo da mensagem, e o envio de pelo menos 250 e-mails replicando a mensagem.

A primeira vista, os cálculos são plausíveis e certamente o “negócio” daria os frutos prometidos, se não fossem alguns fatores a considerar.

O primeiro é que, como toda corrente, e como também consta no corpo da mensagem, muitas pessoas recebem a mensagem e a desconsideram, ou mesmo é descartada automaticamente pelo cliente de e-mail, que possui ferramentas anti-spam que filtram esse e outros tipos de mensagem enviadas em forma de corrente. Além disso, a mensagem sugere que se use as listas de endereços válidos de e-mail disponíveis no Orkut e por “fornecedores” de listas. Ou seja, você enviaria e-mails para pessoas que não o conhecem. Caro leitor, você depositaria algum dinheiro, por pouco que fosse, para alguém que não conhece – e nem mesmo viu o rosto? Caso a lista fosse de pessoas conhecidas ou próximas, a chance de êxito seria bem maior, mas se for pra ser assim, não faria sentido a corrente. Uma “vaquinha” entre amigos seria suficiente. Portanto, de 250 mensagens, talvez pouco menos da metade serão lidas e quase nenhuma gerará o depósito em conta. Diferentemente do informado na mensagem, 3% de retorno (cerca de oito pessoas) não é ser pessimista, é ser altamente otimista.

Segundo, o uso de listas de e-mails disponíveis no Orkut ou de “fornecedores”, obtidas geralmente de forma fraudulenta, constitui crime informático passível de punição mesmo com a nossa antiquada legislação. Disparar centenas ou milhares de e-mails de uma vez, como querem os criadores de correntes, gera instabilidade nas transmissões da Internet e causa diversos danos aos destinatários.
Terceiro, como a ideia é realização de depósitos individuais em contas-correntes de desconhecidos, onde não há nenhuma informação de quem está recebendo o dinheiro, esta é uma das formas preferidas dos narcotraficantes e demais tipos de criminosos organizados efetuarem a chamada “lavagem de dinheiro”. Uma forma eficiente, limpa e totalmente legal de serem financiados, supostamente passando despercebidos pela vigilância das instituições financeiras. Por isso mesmo, os bancos são orientados pelo Banco Central do Brasil a monitorar contas que apresentem pequenos depósitos em modalidade semelhante ao sugerido pela corrente. Acredito que nenhum leitor gostaria de ser confundido com traficantes ou bandidos.

Por último, se o método da corrente fosse tão bom assim como quer fazer acreditar, não precisaria encher nossa caixa de correio todos os meses e veríamos muitos multimilionários andando pelas nossas ruas.

Contudo, o princípio em que se baseia esta corrente não é de todo inválido. Na verdade, é a mesma base do Marketing Multinível (MMN), um negócio altamente lucrativo e totalmente legal, que envolve empresas legalmente constituídas e faz circular quantias assombrosas de dinheiro. Além da legalidade, uma das diferenças entre a corrente e o MMN é que neste último há o fornecimento de produtos e/ou serviços, o que agrega mais valor ao negócio. Não se trata mais de “doação” pura e simples, mas de auxílio mútuo através do atendimento de necessidades específicas.

Portanto, um negócio legal que ofereça algo de grande utilidade pública a valores módicos, usando uma eficiente divulgação, obedecendo os preceitos da ABEMD – Associação Brasileira de Marketing Direto e as regras anti-spam conforme o CGI.br, não só é possível como viável a qualquer leitor que esteja disposto a descobrir esta mina de ouro. Só depende de você. Sucesso!

Fonte! Este chasque (postagem) é de 09 de dezembro de 2010, mas super atualizado e é de autoria de Adriano Araújo Duarde, publicado no sítio Enriquecimento Total. Abra as porteiras clicando em http://www.enriquecimentototal.com/2010/12/sobre-corrente-dos-r-200.html.

...........................

Nota do sítio O Bolso da Bombacha

Em poucas palavras... "não existe almoço grátis" é uma metáfora que quer dizer "não tem dinheiro fácil".

Com certeza - 100% das vezes que eu receber um chasque eletrônico (email) destes, EU DELETO e muito menos, me dou o trabalho de repassar estes valor para pessoas via depósito bancário.

Valdemar Engroff