sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Mais humildade e planejamento em 2010

O Dinheirama recebeu do blogueiro e amigo Fabio Camatari – do excelente Almanaque do Bem – o convite para publicar algumas opiniões a respeito do que gostaríamos que acontecesse em 2010 e também previsões para o ano que chega. O Ricardo Pereira, nosso principal editor de economia, arriscou suas previsões econômicas. Já o Bruno Biscaia, responsável pela seção de empreendedorismo, preferiu lançar sua visão sobre as transformações pessoais que podem tornar melhor a carreira de cada um de nós.

Não deixe de conferir, ao final deste texto, os links dos participantes da ação de blogagem coletiva sobre o ano de 2010. Você vai ler muitos artigos interessantes sobre o Ano Novo. Quem sabe você não muda um pouco as tão “batidas” promessas realizadas no momento da virada e as coloca em prática pra valer? Experimente!

A mim restou a missão de falar sobre as mudanças importantes que gostaria de ver quando o assunto é dinheiro no bolso. Não é novidade que o dinheiro é assunto de grande paixão entre os brasileiros (ainda que muitos não admitam isso publicamente), mas o principal nem sempre está relacionado ao capital que temos (ou não) no banco. Portanto, serei bastante abrangente em minhas reações desejadas para o ano de 2010. Espero que você possa aproveitá-las e alimentá-las através do espaço de comentários deste texto.

Parabéns!
Simples assim. Gostaria que as pessoas elogiassem mais seus colegas de trabalho, amigos e familiares. Receber elogios é muito importante para a autoestima e pode ser fator motivador para que a família comece a tratar de assuntos antes deixados de lado – um deles é o planejamento financeiro. Reconheça as qualidades nos outros e faça-os saber que são importantes para você e para a sociedade.

Obrigado!
Ainda mais simples. Gostaria que as pessoas expressassem mais e melhor sua gratidão. Agradecer é algo tão simples, óbvio, mas tão pouco praticado. Por que? Temos vergonha? Sugiro que você coloque seu coração para funcionar e agradeça pelas pequenas coisas. Agradeça pelo apoio do funcionário do supermercado; agradeça pela ajuda dada durante o expediente. Agradeça mesmo quando não for preciso. O troco é sempre gratificante.

Não à contabilidade mental!
Complicado, mas os resultados compensam. Gostaria que as pessoas acreditassem menos em sua capacidade de memorizar números e valores gastos/recebidos. Afinal, na cabeça todos acreditam que as coisas vão bem, que o dinheiro vai dar ou que alguma solução se aproxima. Ao usar o controle físico, seja através de um pequeno caderno ou planilha, fica muito mais fácil observar a situação e tirar conclusões.

Menos dívidas, mais planos!
Mais complicado, mas perfeitamente possível. Gostaria que as pessoas deixassem de consumir pensando apenas no valor das parcelas e no bem-estar imediato, totalmente guiado pela emoção. A qualidade de vida duradoura deve abrir espaço para a razão e para as compras planejadas. Planejar é uma tarefa muito valiosa para quem pretende criar patrimônio, para ensinar aos filhos o verdadeiro valor do trabalho e para deixar um legado honesto e capaz de orgulhar a todos.

Menos ter, mais ser!
Bem mais complicado, mas gratificante. Gostaria que as pessoas se importassem mais com as pessoas, não com o que elas possuem ou em como a sociedade as vê. Por que não notar o amigo ou parente pelo seu verdadeiro sentimento, não apenas pelo carro ou pela roupa que ele veste? Valorizar as relações, o tempo de qualidade nos relacionamentos afetivos e atenção dada a quem merece são atitudes capazes de afastá-lo do consumismo.

Viu só, eu disse que ia ser abrangente e incomum na abordagem relacionada ao cotidiano financeiro de todos nós. Porque acredito mesmo que o dinheiro não é o problema; o fundamental é desenvolver inteligência financeira capaz de multiplicá-lo, de administrá-lo coerentemente e de definir prioridades para o consumo. Prezo mais a educação financeira que o saldo no final do mês. E você, o que prefere? Por que?

Este post participa da blogagem coletiva relacionada às previsões e desejos da blogosfera para o ano de 2010. Confira os artigos dos blogs colegas abaixo e informe-se sobre o que pensam os demais amigos da Internet:
Almanaque do Bem (Fabio Camatari) - "Previsões do bem" para 2010
Gestão Feminina (Re Alves e Laryssa Martins)O que queremos para 2010
Administrando.biz (Claudinei Costa)Os Meus Objetivos para 2010
Blog Saia do Lugar (Millor Machado) - 2010: O ano em que a gestão vai para as nuvens
Blog do Beto Veiga (Humberto Veiga) - Postagem que gostaria de fazer em 2010
MacMinds (Gino Olivato) - iTablet: Uma tecnologia para viver em 2010!
Sobre Administração (Gustavo Periard) - Desejo de grandes mudanças para 2010
Sucesso News (Vinícius Mont Serrat) - Bola de Cristal 2010 - 5 previsões certeiras para o Ano Novo
Receita do Sucesso (Pedro Cardoso) - O que eu quero em 2010: tecnologia
Admit (Estêvão Soares) - Previsões para 2010 - Conheça o seu futuro
Escorpião no Bolso (Aécio Santos) - Previsões 2010 do Escorpião no Bolso
Empreendedorismo do Bem (Horacio Poblete) - Imagine o futuro, antecipe-se e influencie
Saia do Lugar (Luiz Piovesana) - Em 2010 o bom atendimento vai reinar
Quero Ficar Rico (César França) - Quero Continuar Ficando Rico - Previsões para 2010 (Parte 1)
Produzindo.net (Talita James) - Algumas promessas para o Ano Novo

Fonte! Chasque publicado no dia 21 de dezembro de 2009, por Conrado Navarro no galpão virtual do Dinheirama - http://www.dinheirama.com/.