sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Estamos chegando a galope

Bueno!

Caros Tradicionalistas e gauchada em geral!

Estamos acostumados a divulgar o Movimento Tradicionalista Gaúcho, os eventos dos nossos CTGs, de Alvorada, da 1ª Região Tradicionalista do RS e do MTG, em dois jornais daqui de Alvorada (Jornal A Semana desde dia 03 de dezembro de 1998 e Jornal de Alvorada desde março de 2007). Ambos tem circulação semanal.

Fomos por sete anos consecutivos o responsável pela divulgação do Tradicionalismo Gaúcho na 1ª Região Tradicionalista do RS, ocupando o cardo de Diretor de Divulgação (de 2000 a 2007).

Temos mais de 120 CTGs filiados somente na 1ª Região. Temos no Rio Grande do Sul mais de 1.500 CTGs filiados. Ao todo, temos no Brasil e no exterior, somados aos do Rio Grande, mais de 3.000 entidades filiadas.

Agora vejam: Tudo isso é movido a dinheiro. Tudo isso, além de ser o maior segmento cultural organizado do mundo, faz gerar a economia, pois, estes tradicionalistas tem carro, tem suas pilchas, muitos tem cavalos, e aí vai ração, cocheira, alfafa, medicamentos..... Os CTGs são como empresas, pois realizam eventos, compram carne, outros alimentos, bebidas, e contratam o conjunto, ou seja, tudo isso é uma roda vida. É a economia gerada pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho.

Mas, neste espaço, dedicado em especial aos tradicionalistas, vamos abordar as FINANÇAS PESSOAIS, pois, o gaúcho, mesmo sendo um fervoroso tradicionalista, também ENVELHECE. E se não se preocupar em fazer uma PREVIDÊNCIA PRIVADA, e/ou outros investimentos ao longo de sua vida, quando se aposentar, aí poderá ser tarde demais, e vai depender da aposentadoria do INSS.

E sabes o que quer dizer INSS????????

Resposta: ISSO NUNCA SERÁ SUFICIENTE.

Portanto, estaremos trazendo CHASQUES sobre os diversos meios e modos de o vivente fazer os seus investimentos para o futuro. O primeiro passo É NÃO GASTAR MAIS DO QUE GANHA. o segundo passo poderá ser FAZER UM ORÇAMENTO DO SEU RANCHO, anotando todas as RECEITAS e todas as DESPESAS, isso mês a mês!

Cordiais Saudações Tradicionalistas

Valdemar Engroff