quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Atitude 23! Peão e Prenda na Bovespa. Porque não?

Bueno! Sempre passei ao largo das páginas de economia nos grandes jornais. Sempre tive arrepios quando se falava em investir em bolsa de valores. Sinceramente, achava este filão do mercado, o caminho de uma gastrite, de uma úlcera, de doenças graves. Então sobravam os investimentos conservadores que pagam migalhas, como a tradicional poupança.

Mas isso faz parte do passado. E com certeza, com esta visão conservadora, deixei de ganhar muitos e muitos cobres não aplicando eles na Bovespa. E olha! Tendo poucos cobres no bolso da bombacha, existem duas maneiras bem fáceis de aplicar em renda variável:
1 - Aplicar em Fundo de Investimentos de Ações
2 - Clube de Investimentos

Além, é claro, o vivente deve abrir uma conta numa corretora, cujas taxas variam de uma para outra. Basta dar uma camperiada no sítio da Bobespa - http://www.bmfbovespa.com.br/ e ver a lista de corretoras e pesquisar nos seus respectivos sítios. Camperiando tu vais achar corretoras que aceitam valores irrisórios como depósito periódico em ambos os investimentos. Já achei, em ambos os casos valores mínimos exigidos de R$ 100,00.

E para o vivente se aprofundar um pouco mais, leia o chasque que foi publicado no sítio do Correio Brasiliense: "Número cada vez maior de jovens se aventuram no mercado de ações", abrindo a porteira clicando - http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia182/2010/09/19/economia,i=213674/NUMERO+CADA+VEZ+MAIOR+DE+JOVENS+SE+AVENTURAM+NO+MERCADO+DE+ACOES.shtml

Baita Abraço

Valdemar Engroff - o gaúcho taura