quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Apenas um terço das pessoas tem previdência privada

Os recursos da Previdência Social serão insuficientes para a manutenção do seu padrão de vida no futuro, quando você parar de trabalhar ou mudar de atividade. Mesmo a maioria das pessoas sabendo disso, apenas um terço delas se preocupa com o plano de previdência privado para complementar a aposentadoria.

Somente 33% da população têm algum plano de previdência privado (também chamado plano complementar). Destes, 42% contribuíam para entidades abertas, enquanto que 44% poupavam recursos em planos oferecidos pelas empresas (planos corporativos). O restante (13%) não soube responder.

A pesquisa sobre o assunto foi feita pela Secretaria de Previdência Complementar (SPC), órgão de fiscalização das Entidades Fechadas de Previdência (fundos de pensão), em 2008.

Os planos oferecidos pelas grandes empresas são constituídos para atender somente os funcionários daquela companhia. Por isso, são também chamados de planos de previdência fechados. Algumas companhias preferem administram o seu próprio plano. Quando isso acontece, os recursos ficam depositados em um fundo de pensão da empresa.

A grande vantagem do plano fechado é apresenta taxas de administração menores do que aquelas praticadas em planos de previdência aberta (de bancos e seguradores). Outro benefício é a contribuição da empresa ao seu plano, que varia de 50% até 200% sobre cada um dos aportes mensais, feito pelo funcionário.

Fonte! Chasque publicado no sítio Gasto Consciente - http://gastoconsciente.com.br/, no dia 3 de agosto de 2010, por Adriana Aguilar.