sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Atitude 83! Um simples par de alpargatas... e nada mais!

Alpargata! pra mim um símbolo da frugalidade....
Bueno! Os bolichos (o comércio) criaram as datas ditas comemorativas...... quando tu menos espera, vem uma data pra comemorar (e pra gastar o teu rico dinheirinho)..... 

O natal que deveria ser a comemoração do nascimento do piá Jesus, na real é um banho de publicidade e propaganda do tipo "compre agora e parcele sem juros.... comece a pagar depois do carnaval".... e lá vai a manada para os bolichos, pros shopings e a gauchada.... com educação financeira na sola da bota (quero dizer SEM educação e SEM controle financeiro em seu rancho (casa)), vai comprando compulsivamente e se endividando cada vez mais a cada compra.

Lembro bem que uma das clientes da minha esposa, que tem bolicho junto com seus irmãos e mãe (um mini mercado), num mês de fevereiro estava furiosa. Chegava a "cuspir fogo"... 

A minha esposa perguntou o que havia acontecido.... ela respondeu que na semana antes do natal comprou uma camisa por R$ 249,99..... quer dizer R$ 250,00. E no evento de fevereiro, já tradicional na capital gaúcha, o "liquida Porto Alegre", a mesma camisa estava sendo vendida normalmente por..... R$ 49,99 (R$ 50,00). 

É como dizem os educadores financeiros: não rasgue dinheiro comprando na véspera de datas comemorativas. Se tu fores pros bolichos e te endividares nos festejos natalinos e do final de ano, não te esqueces que tem as férias de verão, o carnaval, os tradicionais impostos de início de ano (IPTU e IPVA) e em seguida aparece a publicidade do retorno à escola (material escolar), dos chocolates (páscoa), mães, namorados.....

E as datas não terminam.... daqui alguns dias teremos os dias dos pais e as caixas de correspondências dos nossos ranchos (nossas casas) já estão abarrotadas de chasques (folders) de propagando do compre.... compre.... e pague depois e parcelado sem juros e presenteie o seu pai....

Saindo do dia dos pais, a gauchada tem o setembro.... que antigamente era denominada de semana farroupilha.... mas ultimamente virou mês farroupilha (que começa em meados de agosto). É a "safra" das costureiras de pilchas, das indumentárias gaúchas, dos bolichos que vendem as vestimentas gaúchas (bombachas, vestidos de prendas, lenços de pescoço, camisas, camisetas), botas, alpargatas, chapéus, sapatilhas das prendas, os cavalos (e os apetreçhos de selaria e alimentação destes), a erva-mate e haja dinheiro para tantos fandangos e festejos nos acampamentos Rio Grande afora..... É preciso muito cuidado com os pilas no bolso da bombacha, para evitar que este bolso não fique só nos panos (para que tu não fiques literalmente sem dinheiro e/ou endividado)....

E o rodízio continua.... como não presentear a criançada no dia 12 de outubro???? Isso é quase impossível.... mas se consegue com um pouco de criatividade, controle, sem impulsos para comprar e educação financeira.... 

Vocês viram???? se fecha o rodízio com uma penca de datas criadas para que tu te esbalde (gaste a vontade) em compras muitas vezes abusivas, desnecessárias, para presentear alguém que talvez nem mereça o presente que está recebendo....

E o que o título tem a ver com este chasque (texto)???? A alpargata faz parte da indumentária do gaúcho, que a usa em vez da tradicional bota de couro ou chinelo de couro, sendo um calçado tradicional com sola de corda de sisal (hoje já tem a de sola sintética). 

E o que a alpargata representa??? Eu a classifico em bom gauchês como um símbolo de frugalidade. Isto quer dizer que, tu podes presentear alguém com uma simples lembrança, pelo simples fato de não deixar passar em branco uma data importante, sem precisar que tu te prejudique financeiramente gastando os teus cobres (teu dinheiro) em presentes caros, muitas vezes comprados em vésperas de datas ditas comemorativas, como as acima citadas, criadas pelo comércio.....

O penúltimo par de alpargatas que comprei foi em outubro do ano passado (após os festejos farroupilhas), por apenas R$ 20,00 (de sola sintética).... usei até fevereiro deste ano... até ela gastar. Usei todos os dias e em fevereiro deste ano comprei um novo par pelo mesmo valor.... que voltarei a usar depois do rigor do inverno gaúcho....

Temos lá em casa como regra não comprar nada parcelado. Se não tivermos como pagar a vista, nada de compras. Nada mesmo. Isto não quer dizer que somos ricos. Isto quer dizer que temos orçamento doméstico, que controlamos os nossos gastos e temos uma vida financeira organizada. Também não quer dizer que estamos indo a caminho de sermos ricos, pois começamos a nos planejar com um atraso de uns 25 anos (eu e a esposa)... e isto é muito tempo e tempo é dinheiro... Melhor para as nossas filhas, que desde poucos anos de vida estão encaminhadas com pequenos investimentos rumo à aposentadoria (e independência financeira) pois elas tem todo o tempo do mundo para continuar fazendo isso quando estiverem "caminhando com suas próprias pernas" (trabalhando e ganhando o seu dinheiro e o administrando de forma correta).

Fonte do retrato! http://programaraizesdopampa.zip.net/arch2005-11-16_2005-11-30.html

Saudações a todos

Valdemar Engroff