quarta-feira, 18 de julho de 2012

O INSS vale a pena!

Profissionais liberais, que pagam eles próprios a contribuição ao INSS, me perguntam se vale a pena a previdência social.
Resposta: sim, por, pelo menos, 4 razões:
  • primeiro, só no INSS tem o auxílio-doença, o salário-maternidade, a aposentadoria por invalidez e as aposentadorias especiais, para quem trabalha em atividades prejudiciais à saúde ou à integridade física, como trabalhos insalubres ou perigosos;
  • segundo, a previdência social do INSS é vitalícia e protegida da corrosão da inflação. Para quem diz que as aposentadorias maiores têm caído em número de salários mínimos, vale dizer que o poder de compra dessas aposentadorias tem sido rigorosamente mantido nos últimos quinze anos. É errônea a comparação em número de salários mínimos.  Não é a aposentadoria que está diminuindo, mas o mínimo que está ficando maior;
  • terceiro- e pouca gente sabe disso- para quem aplica em previdência privada só pode abater até 12% da renda na Declaração Anual de Imposto de Renda se contribuir também para o INSS;
  • por fim, sempre é bom diversificar quando falamos de projetos de longo prazo, como é a previdência. Assim, ter mais de uma fonte de renda na velhice é recomendável, especialmente uma sendo do governo e outra do setor privado.
Fonte! Este é um chasque (texto) de Renato Folador, publicado no seu sítio no dia 16 de julho de 2012. Abra as porteiras clicando em http://blogs.band.com.br/follador/o-inss-vale-a-pena/.