segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Escolas públicas terão educação financeira

Programa federal já foi instalado em vários estados



O Paraná é o próximo estado brasileiro a implantar conteúdos de educação financeira e empreendedorismo em escolas públicas. Esse acréscimo de conteúdo se deve aos esforços da Estratégia Nacional de Educação Financeira (Enef).

Unindo instituições governamentais e não-governamentais, ligadas ao mercado financeiro, a instituição criou com o Ministério da Educação (MEC) um programa que prevê o ensino de conceitos e práticas da área financeira em sala de aula.

História do dinheiro e geografia financeira são apenas alguns dos itens propostos, que devem ser inseridos nas diversas disciplinas já existentes. A ideia é integrar o conteúdo nas disciplinas mais adequadas para abordar cada tópico.

A expectativa é que o programa atinja 450 escolas do Ensino Médio no Brasil, mas não há um cronograma definido, pois a adesão depende da direção de cada escola. O programa é focado nos jovens, mas há iniciativas de trabalhos nesta área para o público adulto. O Banco do Brasil está formando um plano de educação financeira para aposentados.

Para as crianças, já há uma coleção de livros didáticos que abordam o assunto. A coletânea foi pensada pelo Instituto DSOP de Educação Financeira. O objetivo é abordar de forma lúdica como lidar com dinheiro, e ensinar desde cedo como administrar as finanças.

Fonte! Chasque publicado no sítio Educa Brasil. Abra as cancelas clicando em