sábado, 10 de fevereiro de 2018

Livro! Os Axiomas de Zurique

O autor de Os Axiomas de Zurique - os conselhos dos banqueiros suíços para orientar seus investimentos, Max Gunther introduz que este livro é sobre arriscar e saber como administrar o risco. "O assunto é apostar para ganhar. Isso talvez dê a impressão de que se trata de um livro para todo mundo. Não é. Claro, todo mundo quer ganhar, mas nem todos querem apostar", escreve Gunther.

Mas, afinal, o que são axiomas? A palavra deriva da grega axios, cujo significado é digno ou válido. Porém também é sinônimo de lei ou princípio. Nas décadas de 1950, 1960 e 1970, a expressão foi cunhada para designar os preceitos de um grupo suíço de homens e mulheres que buscavam a riqueza em Wall Street. Eram eles banqueiros e empresários, que enriqueceram e tornaram a Suíça em um dos países mais abastados do continente.

Através de depoimentos, o autor revela os segredos desses investidores, que, depois da Segunda Guerra Mundial, resolveram ganhar dinheiro investindo em diversas áreas, de ações a imóveis, de commodities a moedas estrangeiras; e que enriqueceram muita gente, além deles mesmos. O livro expõe as táticas usadas por esse grupo, as quais resultaram em regras divididas em 12 axiomas principais e 16 secundários, que levarão às especulações de sucesso.

Os axiomas de Zurique - Os conselhos dos banqueiros suíços para orientar seus investimentos; Max Gunther; Editora Best Business; 208 páginas; R$ 24,90 

Fonte! Chasque publicado na edição impressa do Jornal do Comércio de Porto Alegre RS, do dia 01 de fevereiro de 2018.
O autor de Os Axiomas de Zurique - os conselhos dos banqueiros suíços para orientar seus investimentos, Max Gunther introduz que este livro é sobre arriscar e saber como administrar o risco. "O assunto é apostar para ganhar. Isso talvez dê a impressão de que se trata de um livro para todo mundo. Não é. Claro, todo mundo quer ganhar, mas nem todos querem apostar", escreve Gunther. Mas, afinal, o que são axiomas? A palavra deriva da grega axios, cujo significado é digno ou válido. Porém também é sinônimo de lei ou princípio. Nas décadas de 1950, 1960 e 1970, a expressão foi cunhada para designar os preceitos de um grupo suíço de homens e mulheres que buscavam a riqueza em Wall Street. Eram eles banqueiros e empresários, que enriqueceram e tornaram a Suíça em um dos países mais abastados do continente. Através de depoimentos, o autor revela os segredos desses investidores, que, depois da Segunda Guerra Mundial, resolveram ganhar dinheiro investindo em diversas áreas, de ações a imóveis, de commodities a moedas estrangeiras; e que enriqueceram muita gente, além deles mesmos. O livro expõe as táticas usadas por esse grupo, as quais resultaram em regras divididas em 12 axiomas principais e 16 secundários, que levarão às especulações de sucesso. Os axiomas de Zurique - Os conselhos dos banqueiros suíços para orientar seus investimentos; Max Gunther; Editora Best Business; 208 páginas; R$ 24,90 - Jornal do Comércio (http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2018/01/cadernos/empresas_e_negocios/608918-patrimonio.html)