sábado, 10 de fevereiro de 2018

Atitude 96! Contas de verão 2018 - a realidade com a efetiva quitação!

Para visualizar melhor senta o facão no toco e clica no retrato para ampliar
Buenas gauchada do Rio Grande e de toda esta terra em redor que chamamos de mundo. 

O ano de 2017 foi bagual (pródigo). Foi o décimo aniversário do orçamento do nosso galpão, da nossa casa, do nosso rancho. Foi o ano da conquista da segunda renda - a aposentadoria e esta, gauchada amiga, não é vista nos bolichos, nos botecos, no comércio, nos galpões, nos fandangos e bailes gaúchos em galpão de CTG (Centro de Tradições Gaúchas) . Ela é canalizada para os investimentos, com o objetivo da conquista da segurança financeira e posterior independência financeira, minha e da minha família!

O ano de 2017 também foi o ano da implantação da "programação com investimentos para quitação das contas de verão de 2018", pois estas sempre eram quitadas com os recursos da gratificação natalina (décimo terceiro salário). 

Mas seguindo os passos, dicas e orientações dos educadores financeiros, entre os quais o Guilherme do sítio Valores Reais; o Marcos Silvestre, da Rádio Band News, da Odete Reis, da Sophia Camargo e o gaúcho meu amigo Everton Lopes, montamos um planejamento para a quitação entre dezembro de 2017 e fevereiro de 2018, onde, de março do ano passado até dezembro, guardamos R$ 3.500,00 (R$ 350,00 mensais). 

E da projeção à efetiva quitação, eis a situação:
1 - IPVA - pagamos em dezembro (ref. ano 2018) R$ 617,53. Em 2017 pagamos R$ 669,50. 

2 - CRC / RS - pagamos em janeiro desta no R$ 484,00. Em 2017 pagamos R$ os mesmos R$ 484,00. Esta conta vence em 31 de março. Pagando em janeiro, o desconto é de R$ 15%. 

3 - IPTU - quitamos em dezembro, com 15% de desconto devido à antecipação do pagamento, o valor de R$ 463,21. No ano passado pagamos, com este mesmo percentual de descontas R$ 422,58.

4 - Seguro Veículo - este venceu em 13 de fevereiro, mas o pagamos em janeiro, no valor de R$ 1.502,51. Em 2017 pagamos o valor de R$ 1.229,36. 

5 - Sindiconta - em fevereiro do ano passado pagamos a título de Contribuição Sindical ao Sindicato dos Contadores o valor de R$ 204,00. Mas, devido às alterações na legislação, com a reforma trabalhista, não temos esta despesa, mesmo estando projetada no ano passado, para este ano. No entanto, "trocamos" esta despesa pela anuidade da sociedade tradicionalista CTG Amaranto Pereira, onde somos associados desde 1995. Pagamos R$ 150,00 de forma antecipada (se fôssemos pagar mensalmente, pagaríamos R$ 15,00 mensais, num total de R$ 180,00 o ano todo). 

É bem simples! Gastamos com estas contas em 2017 R$ 3.009,00. Arredondamos este valor para R$ 3.500,00 na projeção e nos investimentos para este fim. Então, efetivamente pagamos R$ 3.217,25.

E agora, já estamos montando, projetando e a "tábua" de investimentos para as contas de verão de 2019, onde, vamos realmente retirar a conta "contribuição sindical" devido à reforma trabalhista e vamos incluir a anuidade do CTG Amaranto Pereira e alguns itens que compõe o balaio das despesas do veículo, tais como: duas revisões com valores bem "gordos"....

E agora indiada macanuda.... é sábado de carnaval.... e como "não sou todo mundo", estou entrando nas bombachas e vou a galope rumo à São Leopoldo (RS), pois lá, no galpão do CTG Sinuelo da Feitoria tem grande fandango gaúcho, com churrasco - espeto cravado no cepo.... 

Valdemar Engroff - o gaúcho taura!