quarta-feira, 9 de maio de 2012

Especialista ensina como poupar de acordo com cada idade

Iglesias apresentou ontem a palestra "Investimentos para cada fase da vida", e explicou onde é ideal investir a depender da idade

Os estudantes Daniel de Oliva, 18 anos, e Carlos Eduardo Da Rin, 19, foram ontem à abertura do ciclo de palestras Expo Money, no Hotel Fiesta, em Salvador, com a intenção de aprender mais sobre o mercado financeiro. "Já guardo dinheiro na poupança, mas rende muito pouco, pretendo aprender a investir na Bolsa de Valores", disse Oliva. "Quero saber como fazer o dinheiro render com menor risco", explicou Da Rin.
Especialista ensina como poupar de acordo com cada idade

A ansiedade dos jovens por ver o patrimônio se multiplicar ilustra uma característica da chamada geração Y: o imediatismo. "Essa geração, formada por pessoas de até 30 anos, tem muita informação à disposição, é imediatista e consumista", explica o consultor do Itaú Unibanco, Martín Iglesias.

"Para esses jovens, o ideal é focar nas reservas de emergência. Recomendo que guardem sempre o correspondente a três vezes o valor dos gastos de um mês". Para o especialista, a geração Y deve focar em aplicações mais conservadoras, como a poupança e outras de renda fixa, como o DI e o CDB, ideais para fazer reservas.

Iglesias apresentou ontem a palestra "Investimentos para cada fase da vida", e explicou onde é ideal investir a depender da idade. Ele sugere que as reservas financeiras sejam colocadas em três "caixinhas": recursos de urgência, aposentadoria e objetivos específicos.

"A caixinha da emergência serve para guardar uma reserva prudente, que pode ser usada em caso de necessidade; a da aposentadoria, como o nome já diz, serve para guardar recursos para o futuro, enquanto a dos objetivos específicos serve para estudos, viagens, festas e gastos específicos em geral", detalhou Iglesias.

Investimentos

O que vai variar de acordo com a idade é em qual caixinha de reservas deve-se focar. A geração anterior à Y é denominada geração X, composta por indivíduos entre 30 e 45 anos. "Essas pessoas já não são tão propensas aos hábitos consumistas, já que tiveram a infância vinculada à crise do petróleo. Eles passaram dificuldades e, por isso, têm mais hábito de poupar", explicou o especialista.

Segundo ele, a principal mensagem para os representantes dessa geração é: ainda dá tempo de fazer uma reserva para a aposentadoria. Iglesias acrescentou que o ideal para a geração X é misturar aplicações em fundos de renda fixa com outros de renda variável. "Nessa idade já vale a pena começar a investir no mercado de ações", orientou, acrescentando que é preciso ter conhecimento para atuar nesse mercado, já que a compra e venda de ações oferecem um risco maior de perder o dinheiro.

A geração anterior à X é a dos chamados Baby Boomers, os nascidos após a Segunda Guerra Mundial, período de grande crescimento populacional. Os representantes dessa geração têm entre 45 e 65 anos e, segundo Iglesias, devem dar foco especial na aposentadoria, mas começando a eliminar as aplicações de risco.

Por sua vez, a   chamada geração do silêncio, os idosos acima de 65 anos, deve focar na "caixinha" dos objetivos específicos, sem esquecer-se, no entanto, de manter o equilíbrio financeiro. "Nessa idade, poupar já não é tão importante, mas é preciso ter cuidado para evitar as dívidas", recomendou o consultor. A Expo Money é gratuita e continua hoje, das 13h40 às 21h20
Fonte! Chasque de Victor Longo - victor.longo@redebahia.com.br, publicado no dia 09 de maio de 2012, no sítio Correio - o que a Bahia quer saber. Abra as porteiras clicando em http://www.correio24horas.com.br/noticias/detalhes/detalhes-1/artigo/especialista-ensina-como-poupar-de-acordo-com-cada-idade/