segunda-feira, 5 de março de 2012

Sacrifício e foco para conquistar a independência financeira

Já imaginou a satisfação de trabalhar apenas por prazer sem depender do salário? Essa é uma das "consequências" da independência financeira. Tem quem nasce com ela, ou como se diz, em berço de ouro. Tem gente que constrói ao longo dos anos, com sacrifício e foco.


Antonio De Julio, educador financeiro da MoneyFit, propõe umas perguntas interessantes para descobrir se a pessoa está no caminho certo.

1) O que você deseja para sua vida? Ir à lua, andar de Ferrari, ter um avião particular, ou simplesmente ter um sítio, algumas galinhas e tirar o seu sustento da própria terra? Seja qual for o seu desejo, ele tem um preço. Saber o quanto ele custa (não basta comprar, tem que manter) já é um bom começo para saber o quanto você vai ter que ter de recursos para realizar seus sonhos. Muitas pessoas quebram por que simplesmente querem ser “milionárias antes da hora”. Compram muitos bens, entram em financiamentos, e depois não conseguem manter o padrão de vida, e acabam com problemas financeiros.

2) Quanto de recursos você tem para atingir essa meta? Com o que você tem hoje, você consegue o padrão de vida desejado? Ou será que vai precisar de mais recursos para chegar lá? O fator tempo também é um recurso importante. Quantos anos mais você será uma pessoa “economicamente ativa”? Se chegar a conclusão ver que vai faltar tempo para obter recursos, que tal uma revisão nas suas metas?

3) Como as aplicações financeiras podem te ajudar a se tornar um milionário? Aqui vale a máxima “dinheiro faz dinheiro”, mas, infelizmente, dinheiro parado não cresce sozinho. Pessoas que gostam de ler sobre dinheiro, não acham o caderno de economia chato, que só serve para acender a churrasqueira, tem muito mais chances de se tornarem milionárias. Saber como e onde aplicar o seu dinheiro pode ditar, no futuro, qual o padrão de vida que você vai ter, que carro você vai dirigir e em qual restaurante você vai comer.

4) Qual o seu perfil empreendedor? Nasceu empreendedor? Não tem a menor vocação para abrir uma empresa? Isso não é um problema. Muitas pessoas atingem bons salários e conseguem se tornar milionárias dentro de empresas. Apenas procure saber mais sobre a sua carreira, invista, veja aonde você pode chegar, para não ter surpresas desagradáveis no futuro.

5) Procure “não queimar a largada”. Muitas pessoas perdem meses, até anos preciosos de suas vidas, por fazer decisões erradas de consumo, não fazer uma boa reserva financeira para dias difíceis, não conversar com sua família a respeito de suas metas e objetivos financeiros, nem ao menos um simples controle de gastos. Parece um jargão de filme barato, mas “o futuro começa daqui a 5 segundos”. Como você está se preparando para ele?

Link para o blog de Antonio De Julio - http://www.antoniodejulio.com.br/.

Fonte! Chasque e retrato publicados no sítio (blog) Acerto de Contas, por Giane Guerra, no dia 05 de março de 2012. Abra as porteiras clicando em http://wp.clicrbs.com.br/acertodecontas/2012/03/05/sacrificio-e-foco-para-conquistar-a-independencia-financeira/?topo=52,1,1,,171,e171