quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Aposentadoria pelo INSS: envelhecimento dos brasileiros é uma das causas das alterações

Conforme projeções do IBGE, entre 2000 e 2060, a proporção populacional ativa, com idades entre 15 anos e 64 anos, e idosos, cairá de 9,3 para 2,3. Ou seja, serão 2,3 atuantes para cada aposentado no Brasil. (Foto: Nilton Fukuda/AE) 


Conforme projeções do IBGE, entre 2000 e 2060, a proporção populacional ativa, com idades entre 15 anos e 64 anos, e idosos, cairá de 9,3 para 2,3. Ou seja, serão 2,3 atuantes para cada aposentado no Brasil. (Foto: Nilton Fukuda/AE)
A tendência de envelhecimento rápido da população, somada ao aumento da expectativa de vida e a diminuição populacional em idade ativa em relação aos jubilados, devido a fatores como a informalidade e o desemprego entre os mais jovens, são alguns dos motivos que elevam e desequilibram hoje os gastos da Previdência Social no País.

Segundo dados da Previdência Social, entre 1998 e 2013, a sobrevida do brasileiro aumentou, em média, 4,6 anos. Conforme projeções do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), entre 2000 e 2060, a proporção populacional ativa, com idades entre 15 anos e 64 anos, e idosos, cairá de 9,3 para 2,3. Ou seja, serão 2,3 atuantes para cada aposentado no Brasil.

A presidenta do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário, Jane Berwanger, explicou que o fato de uma pessoa viver mais tempo não significa que ela tem condições de trabalhar por mais tempo. “O grande sentido da Previdência é atender o segurando quando perder a força de trabalho. Se a pessoa tem que atuar por mais tempo, sem condições, o resultado será a subida do número de aposentados por invalidez”, acrescentou a dirigente. Jane lembrou ainda que um advogado consegue trabalhar por mais tempo. “Mas e um pedreiro?”, questionou a presidenta. (AG)

Fonte! Chasque (matéria) publicado no jornal online O Sul de Porto Alegre (RS), no dia 08 de novembro de 2015. Abra as porteiras clicando em http://www.osul.com.br/aposentadoria-pelo-inss-envelhecimento-dos-brasileiros-e-uma-das-causas-das-alteracoes/