sexta-feira, 10 de abril de 2015

Dívida atrasada do cartão de crédito triplica em um ano

Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agência RBS
Um dívida atrasada do cartão de crédito pode triplicar em um ano. As taxas de juros aumentaram novamente.

Segundo pesquisa da Associação Nacional de Executivos de Finanças, o juro do cartão passou para 12,02% ao mês, na média de março. No acumulado de um ano do rotativo, supera 290%.

É a taxa mais alta entre as seis linhas de crédito pessoa física pesquisadas pela Anefac. A segunda deste ranking é o juro do cheque especial. Esta fica em 9,64% ao mês e 201,74% ao ano.

As taxas de juros das operações de crédito voltaram a subir em março, tanto para o consumidor quanto para pessoa física. É a sexta alta consecutiva e atinge patamares de 2011.

Crediário no Rio Grande do Sul

O varejo gaúcho também está elevando juros. A taxa média do crediário de lojas subiu no mês passado para 5,17% ao mês e 83,11% ao ano.

Por anos, o Rio Grande do Sul liderou este ranking. Agora, ainda fica atrás de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraná.

Fonte! Este é um chasque (postagem) de Giane Guerra, publicado no sítio Acerto de Contas, no dia 09 de abril de 2015. Abra as porteiras: http://wp.clicrbs.com.br/acertodecontas/2015/04/09/divida-atrasada-do-cartao-de-credito-triplica-em-um-ano/?topo=52,1,1,,171,77

...............................

Observação! Deste "mal" não sofremos. Cancelamos o nosso cartão de crédito em 2009, depois de estar "casado" com ele por uns 16 anos. Nunca tivemos problemas com a quitação das compras, mas sem ele, nunca mais caímos em tentação em compras muitas vezes desnecessárias. Além disso, o cartão é muito bom, mas muito bom mesmo é para o agente financeiro, pois para o portador do mesmo ele é péssimo. Basta atrasar um dia na sua quitação para ver o estouro que começa a dar no bolso da bombacha....

Valdemar Engroff