domingo, 13 de abril de 2014

Mais de 70% dos brasileiros teme não ter dinheiro para chegar até o final do mês


Ter dinheiro suficiente para chegar ao fim do mês é a principal preocupação de 74% dos brasileiros. Os dados são de um estudo realizado pela MetLife sobre benefícios. O índice está nove pontos percentuais acima do registrado na edição anterior da pesquisa, em 2011.

Situações inesperadas de perda de renda, como o desemprego, são preocupação de 70% dos trabalhadores brasileiros, cinco pontos acima do último estudo. A alta, aponta o levantamento, pode estar relacionado ao nível de dívidas com cartões de crédito dos consumidores brasileiros. Outro índice que reforça a teoria de que o brasileiro está preocupado com sua saúde financeira é o aumento no número de trabalhadores que afirmaram ter aberto uma conta poupança ou fundo de investimento nos últimos anos. Este ano, 74% dos entrevistados afirmaram possuir investimentos, contra pouco menos da metade dos trabalhadores que responderam à pesquisa em 2011.

Além disso, 73% dos entrevistados disseram estar “extremamente preocupados” em relação a poder proporcionar boas condições de vida aos filhos. Esse índice está 28 pontos acima dos números de 2011, quando o tema preocupava 43% dos trabalhadores.



Nossa resposta referente a este chasque (postagem) lá no Blog da Bela:

  • Valdemar Engroff diz: 19 de março de 2014
    Lamentavelmente o brasileiro continua na mesma:
    1 – gastando tudo ou mais do que ganha;
    2 – reserva de emergência ele não tem;
    3 – aplicações para comprar à vista e com desconto está fora de cogitação;
    4 – investir para fins de aposentadoria complementar então, nem pensar;
    5 – não gastar em artigos / tralhas (supérfluos);
    6 – shopping não é um lugar para passeios. É um lugar para tu gastares dinheiro. Então evite;
    7 – mas tudo isso começa com mudança radical de hábitos, valorizando o seu próprio dinheiro, assim como o banco e o bolicheiro (comerciante) valorizam o dinheiro do consumidor / cliente. Comece agora com um planejamento / orçamento doméstico e estanque as fugas de dinheiro que vão pelo ralo…