sexta-feira, 22 de março de 2013

Telexfree - Esquema de pirâmide financeira chega no interior do Rio Grande do Sul


Imagem: Reprodução.
Procons do interior do Rio Grande do Sul já relatam registro de reclamações contra a Telexfree. A empresa atua no Brasil há cerca de um ano. Vende planos de minutos de telefonia para internet, com ligações ilimitadas para vários países. Promete ganho para quem promover o serviço postando anúncios em sites de classificados e redes sociais.

Gaúchos que investiram no esquema já procuram os órgãos para relatar prejuízos. Diretora do Procon de Porto Alegre, Flávia do Canto Pereira conta que na Capital ainda não há reclamações, mas em reunião da Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor foi consenso que é um golpe de pirâmide financeira.

- Eles chamam as pessoas pelas redes sociais. O Telefree é golpe porque já há pessoas lesadas. As pessoas até ganham dinheiro no início, mas o esquema entra em colapso depois.

Há um processo administrativo no Ministério da Justiça. O esquema começou no Nordeste e já se espalhou por Estados como São Paulo. O Ministério da Fazenda pediu que a Polícia Federal e o Ministério Público Federal investiguem a empresa.

O esquema de pirâmide é ilegal, considerado crime contra a economia popular. Só é vantajoso enquanto atrai novos investidores. Depois, não tem como cobrir o retorno prometido e entram em colapso.

Leia também: Leitora pergunta se o Telexfree é confiável

Fonte! Chasque de Giane Guerra, publicado no sítio Acerto de Contas no dia 21 de março de 2012. Abra as porteiras: http://wp.clicrbs.com.br/acertodecontas/2013/03/21/telexfree-esquema-de-piramide-financeira-chega-no-interior-do-rio-grande-do-sul/?topo=52,1,1,,171,e171.

...............................

Nota do O Bolso da Bombacha! Dinheiro ná dá em árvore e este é suado para conseguir. Logo, avalie muito bem onde tu vais investir os teus suados cobres (dinheiro).

Baita abraço

Valdemar Engroff - o gaúcho taura