segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

De R$ 1 mil a R$ 1 milhão rapidinho


Giane Guerra. Crédito:
coletiva Net - Coletiva Net
http://www.coletiva.net/
 Apesar de não comprar mais o que comprava há dez anos, R$ 1 milhão ainda dá o status de milionário e, por isso, ainda é sonho de muito brasileiro. Mas o educador financeiro Andre Massaro explica neste artigo como é facinho chegar a R$ 1 milhão.... em dívidas!

"Afinal de contas, um sinalzinho de mais ou de menos à esquerda do “número um” é apenas um detalhezinho insignificante, não é mesmo? O que importa é que vamos chegar ao milhão!"

Receita: Você precisa fazer compras de R$ 1 mil no seu cartão de crédito. Importante: não pague a fatura. Deixe assim como está. Então, daqui a 68 meses (pouco mais de cinco anos e meio), você terá uma dívida milionária!

É uma ironia de Massaro e uma crítica a quem se deixa cair no rotativo do cartão de crédito. Os juros por ano ficam próximos de 240% ao ano em média. O juro composto (juro cobrado sobre juro da dívida) faz mágicas, para o bem e para o mal.

"O rotativo do cartão deve ser considerado um “recurso de emergência” para situações muito específicas, e não uma muleta para quem resolveu transformar o “estar endividado” em estilo de vida."

Fonte! Chasque de Giane Guerra, publicado no seu sítio (blog) Acerto de Contas, no dia 16 de janeiro de 2012. Abra as porteiras clicando em http://wp.clicrbs.com.br/acertodecontas/2012/01/16/de-r-1-mil-a-r-1-milhao-rapidinho/?topo=52,1,1,,171,13.