sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Emater/RS obtém acreditação do Inmetro como Certificadora de Unidades Armazenadoras


Crédito: Divulgação Emater/RS-Ascar

A Emater/RS é a mais nova Certificadora de Unidades Armazenadoras em Ambiente Natural do RS. A acreditação do Inmetro para operar como certificadora foi comunicada na última terça-feira (18) ao gerente de Classificação e Certificação da Emater/RS-Ascar, Carlos Weydmann, e à diretoria da Instituição. A certificação de Unidades Armazenadoras é obrigatória às unidades que prestam serviços de armazenagem de produtos agrícolas a terceiros e para acessar políticas públicas de comercialização, bem como dos estoques públicos. Com a acreditação a Emater/RS-Ascar, poderá executar esse serviço em todo o RS e no país.

“Com essa conquista e pela crescente demanda na conservação de grãos produzidos que envolvem o agronegócio e a produção da agricultura familiar no Estado, a Emater/RS-Ascar está preparada com sua equipe de auditores para atuarem na certificação de armazéns,” destaca o presidente Lino De David.

De acordo com dados da Conab (25 de julho de 2011), sobre a capacidade estática de armazenagem, o RS possui 4.504 armazéns, com capacidade para quase 26 milhões de toneladas de grãos. Destes, 3.247 são armazéns a granel, com capacidade de 2 milhões e 329 mil toneladas. O site do Inmetro informa que, no RS, há 92 empresas certificadas, “o que dá a dimensão do trabalho que a Emater tem para credenciar”, anuncia De David.

VANTAGENS E PRAZOS DA CERTIFICAÇÃO

Entre as vantagens que a certificação traz para o sistema de armazenamento, destaca-se a modernização técnica e operacional dos armazéns, a qualificação na prestação dos serviços, a melhoria na imagem nas relações comerciais e na avaliação dos procedimentos pelos usuários, a viabilização de novos mercados, a sustentabilidade do negócio e o crescimento do sistema de armazenamento. “A principal vantagem é manter a qualidade física e nutricional dos grãos”, defende o presidente da Emater/RS.

Todo o processo de certificação, desde a solicitação do interessado, passando pelas análises de documentação e auditorias, até a emissão e entrega do certificado, dependerá da conformidade no atendimento aos requisitos técnicos e obrigatórios no momento da auditoria. A validade do certificado é de cinco anos, mas ao final do terceiro ano é verificado o cumprimento dos requisitos.

Em 15 de dezembro de 2010, o Mapa publicou a Instrução Normativa nº 41, que estipula os prazos para a implantação do Sistema Nacional de Certificação de Unidades Armazenadoras, a ser cumprida pelas Unidades Armazenadoras para obtenção da certificação, que vão de 31/12/2012 a 31/12/2017. “Embora com esse prazo dado é importante que as empresas iniciem o processo da certificação não deixando para a última hora”, salienta Weydmann.

A Emater/RS–Ascar coloca-se à disposição para orientações e as informações necessárias, através da Gerência de Classificação e Certificação pelo e-mail gcc@emater.tche.br ou ainda pelo fone (51)-2125-4285.

Mais informações pelo http://www.emater.tche.br/site/servicos/certificacao_compulsoria.php

Informações: Assessoria de Comunicação da Presidência da Emater/RS
Jornalista Adriane Bertoglio Rodrigues
(51) 2125-3028
(51) 9994-5020

Fonte! Chasque publicado no Sítio (blog) da AGC - Associação Gaúcha de Classificadores, no dia 21 de outubro de 2011. Abra as cancelas clicando em http://www.agc-r-s.blogspot.com/.