domingo, 16 de novembro de 2014

Terceira idade: seis em cada dez pessoas não têm dinheiro guardado

Terceira idade e o dinheiro

Seis em cada dez consumidores com mais de 60 anos não têm qualquer reserva de dinheiro e muito menos investimentos. A pesquisa é do portal Meu Bolso Feliz.

A situação é ainda mais comum entre os entrevistados com baixa escolaridade e aqueles das Classes D e E.


O dado não surpreende, mas leva à reflexão. A juventude deveria ser a época em que as pessoas engordam o cofrinho para chegarem à terceira idade tranquilas, com segurança e podendo aproveitar essa fase tão especial da vida.

Só que o que vemos por aí são aposentados não tendo dinheiro para comprar nem o básico do mês. Quando há alguma emergência, principalmente de saúde, acabam tendo que recorrer a empréstimos com juros altíssimos sem a menor esperança de conseguir pagar.

Não importa a classe social. É preciso que parte da renda do mês seja guardada. Quanto mais cedo a pessoa começa, menos precisa guardar para ter uma quantia adequada quando se aposentar.
Foto: Fernando_Ramos / Agencia RBS.
                               Foto: Fernando_Ramos / Agencia RBS.

Mais alguns dados:

- Somente quatro em cada dez pessoas com mais de 60 anos sabem calcular os juros de empréstimos.

- 40% dos entrevistados fazem o controle do dinheiro “de cabeça” e outros 14% admitem não manter controle algum sobre as próprias finanças.


- Um terço das pessoas na terceira idade já tiveram o nome incluído em cadastros de inadimplente. A causa mais comum é ter ajudado parentes amigos. Isso é super arriscado!


Fonte! Chasque (postagem) publicado no sítio Acerto de Contas, por Giane Guerra, em 28 de outubro de 2014. Abra as porteiras: http://wp.clicrbs.com.br/acertodecontas/2014/10/28/terceira-idade-seis-em-cada-dez-pessoas-nao-tem-dinheiro-guardado/?topo=52,1,1,,171,e171

...........................................

Nota do O Bolso da Bombacha! 

Sem aposentadoria complementar, que é a capitalização para este fim ao longo da tua vida, terás uma velhice miserável, pois, com o aumento da renda, aumenta a expectativa de vida, fazendo com que a tendência do valor da aposentadoria oficial diminua....

É se capitalizar ou entrar pra miserabilidade.... O vivente escolhe.... pois não tem mágica com o dinheiro....

Valdemar Engroff