quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Onde guardar o dinheiro?

Foto: Porthus Junior / Agencia RBS.
Foto: Porthus Junior / Agência RBS.
Com as oscilações do mercado e incertezas políticas ainda, qual o melhor investimento? Pier Mattei, sócio da Monte Bravo Investimentos responde:

Mattei – O momento para se investir em renda fixa não poderia ser melhor. Tivemos novo aumento da taxa de juros e as projeções seguem sendo de novos aumentos. Isso torna ainda mais atrativos investimentos conservadores em renda fixa.

Acerto de Conta$ – Onde para aplicar R$ 1 mil?

Mattei – Para quem está começando a juntar dinheiro e pensa no longo prazo é a previdência privada. Para quem pretende resgatar no curto prazo, a sugestão é procurar um fundo de renda fixa, mas a taxa de administração tem que ser menor que 1% ao ano. Se não consegui, a saída é a poupança mesmo.

Acerto – E R$ 10 mil?

Mattei – É possível aplicar em fundo de renda fixa (novamente importante atentar a taxa de administração), CDB e títulos públicos ou privados. São excelentes alternativas para se proteger da inflação. Dependendo do banco, o investidor já pode pedir as chamadas letras (LCI/LCA) que têm a mesma segurança da poupança, mas rendem mais.

Acerto – E, para terminar, onde colocar R$ 100 mil?

Mattei – Para quem já possui uma reserva maior acumulada, diversificar se torna mais fácil ainda. Sugerimos muito ter pelo menos uma parcela em LCI/LCA ou Letra de Câmbio e outra em títulos públicos ou privados. Preferência por debêntures incentivadas pela isenção de Imposto de Renda caso o aplicador seja pessoa física. Caso o investidor aceite algum tipo de risco, o mercado oferece fundos multimercados capazes de diversificar e entregar resultados acima até das tradicionais aplicações de renda fixa. Incluem ações.

Fonte! Chasque (postagem) de Giane Guerra, publicado no sei sítio "Acerto de Contas", no dia 11 de novembro de 2014. Abra as porteiras clicando em: http://wp.clicrbs.com.br/acertodecontas/2014/11/11/onde-guardar-o-dinheiro/?topo=52,1,1,,171,e171