domingo, 7 de outubro de 2012

Atitude 66! Da Poupança para a Bovespa, porque não???


Crédito: www. nautilus.com.br
 A Caderneta de Poupança, para a grande maioria da população é a porta de entrada para o mercado financeiro. É o primeiro produto financeiro que os pais dão para os seus filhos quando nascem. É o primeiro presente, muitas vezes, que os padrinhos dão para os seus afiliados.

Mas se levar na ponta do lápis, perde-se dinheiro na poupança, se abatermos o percentual de inflação (que é quase igual aos ganhos em percentual da caderneta de poupança).

Sabemos que a cultura americana é outra. Nos Estados Unidos, os pais dão pros seus pupilos, ações da bolsa de valores, assim como os padrinhos para os seus afilhados....

Mas é louvável começar com a poupança. Mas não se pode ficar nisso somente. É preciso traçar metas, objetivos e sonhos. E capitalizar isso em outros produtos financeiros, que, via de regra, quanto maiores são os seus ganhos, geralmente maiores são os seus riscos.

Crédito: www.bovespaacoes.com
 E para isso é preciso ler muito, participar de eventos sobre finanças pessoas e começar a discutir sobre dinheiro dentro da própria família. E além disso, fechar as torneiras dos gastos desnecessários e implantar de vereda o orçamento doméstico, onde são anotados:

- Todas as entradas de dinheiro, tais como receitas de salários, aluguéis, enfim todas as receitas de um período (diário / mensal). Isso poderá ser lançado na coluna DÉBITO.

- TODAS as despesas, inclusive o cafezinho diário lá no barzinho da empresa.... Quando se fala em anotar todas as despesas, este controle deve ser levado de redia curta. Comece com as despesas do seu contra-cheque (INSS, IR, Empréstimos consignados, etc...); supermercado, todas as despesas do veículo, despesas de ensino (mensalidade / lotação / material escolar, etc); despesas do veículo, etc. Em resumo, não deixe "escapar nada", inclusive as despesas que tens quando vais pro fandango lá no teu CTG... lançar tudo isso na coluna CRÉDITO.

- Faça isso na planilha excel, utilizando a operação matemática:
(=) Saldo Anterior
(+) lançamentos da coluna DÉBITO (entradas de dinheiro)
(-) lançamentos da coluna CRÉDITO  (saídas de dinheiro)
(=)Novo saldo, na coluna SALDOS.

Se este novo saldo não estiver entre parênteses, continuarás no azul (saldo positivo). Se estiver entre parênteses, já gastaste mais do que tinhas para gastar. Já estás devendo para alguém. E se estás devendo pro banco, lamento, mas vais pagar o pão que o diabo amassou, no pagamento de juros (um dos percentuais mais altos do planeta)....

Levando o teu orçamento doméstico para uma planilha, ao natural vais começar a fechar as torneiras, os ralos dos gastos desnecessários.

Também vais te familiarizar com os valores e vais visualizar os números, e quem sabe, começar em projetar investimentos para a compra de sonhos, e por que não, para "engordar" a tua aposentadoria lá no futuro.

E, em termos de investimentos, lendo, se atualizando, é bem provável que vais sair da poupança e ir a galope para a Bolsa de Valores, pois lá tu terás, além da negociação de ações, de várias formas, outros produtos financeiros, que podem ser comprados / vendidos via computador, via corretora de valores onde vais de cadastrar ou via corretora do teu próprio banco onde tens conta.

Te recomendo que leias o chasque anterior, que trata de produtos financeiros sem Imposto de Renda. Basta abrir as porteiras clicando em  http://www.obolsodabombacha.blogspot.com.br/2012/10/conheca-cinco-investimentos-isentos-de.html.

Baita abraço

Valdemar Engroff - o gaúcho taura